SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

ENTREVISTA: “É visível a transformação de São Lourenço dos Órgãos nos últimos 16 anos” – presidente da câmara 10 Agosto 2021

O presidente da Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos, Carlos Vasconcelos, destacou hoje ganhos em vários sectores de desenvolvimento do município e afirmou que é visível as transformações registadas nos últimos 16 anos.

ENTREVISTA: “É visível a transformação de São Lourenço dos Órgãos nos últimos 16 anos” – presidente da câmara

“Hoje, passados 16 anos da criação do nosso município, o balanço é extremamente positivo. E em vários sectores podemos comprovar que é visível a transformação de São Lourenço dos Órgãos (…)”, declarou Carlos Vasconcelos, em entrevista à Inforpress, a propósito da comemoração dos 16 anos da criação do município e do seu santo padroeiro, que se celebra hoje, 10 de Agosto.

Não obstante, em relação aos ganhos em vários sectores de desenvolvimento, o chefe do executivo municipal admitiu que aquele município do interior de Santiago ainda tem muitos desafios pela frente.

No entanto, disse acreditar que num “trabalho conjunto” com os munícipes, ONG, Governo e outros parceiros vão conseguir atingir o objectivo de estar na linha da frente do desenvolvimento de Cabo Verde.

Promoção Social, infra-estruturação, desencravamento das localidades, formação, habitação social, são áreas que, segundo o autarca, tiveram ganhos, sobretudo durante a sua gestão desde 2016.

Na formação, congratulou-se com o facto de a câmara municipal ter hoje vários funcionários com pelo menos uma licenciatura ou formação profissional, a massificação da formação profissional para os jovens laurentinos, e apoio aos estudantes universitários dentro e fora do País.

No desencravamento, adiantou que “brevemente” cerca de 20 por cento (%) de várias localidades das zonas altas vão estar totalmente desencravadas, investimentos que assegurou vão contribuir muito para o desenvolvimento das mesmas.

Carlos Vasconcelos lembrou ainda que vários bairros receberam requalificação urbana e ambiental, nomeadamente São Jorge, Laje, e entre outros que tiveram intervenções sempre num quadro de parcerias entre a câmara e o Governo.

Na habitação social, informou que em parceria com ONG, parceiros e o Governo que conseguiram reabilitar mais de 400 casas, vaticinando para o mandato 2020-24 reduzir no minino o número de famílias com problemas de casas e atingir o 100% de famílias com casas de banho.

Nos próximos tempos, anunciou ainda que em parceria com o Governo serão construídos cerca de 50 casas de banho e em parceria com a Associação de Apoio às Iniciativas de Auto-promoção (Solmi) a construção de mais de 10 moradias e casas de banho nas zonas altas do concelho.

“Portanto, estamos a trabalhar no processo de desenvolvimento de São Lourenço dos Órgãos, mas ainda temos muitos desafios é certo”, comprometeu-se Carlos Vasconcelos.

De entre os desafios, o edil laurentino apontou a pobreza que com a pandemia de covid-19 aumentou, daí uma “forte aposta” no sector da promoção social nos próximos tempos para que se possa atingir os níveis antes da pandemia.

Mobilização de água, sobretudo para o consumo, juventude com enfâse na massificação da formação e reabilitação de todas placas desportivas e conclusão do primeiro campo relvado ainda este ano, turismo com foco na formação de guias e inauguração do centro interpretativo e construção de caminhos vicinais nos principais são apontados como outros desafios a serem vencidos.

Requalificação urbana e ambiente de João Teves e construção dos Paços do Concelho, afiguram-se também entre os desafios a serem vencidos ainda durante o mandato 2020-24.

“Portanto, são estes os grandes projectos que temos para os próximos três anos aqui no município, sabendo que os desafios ainda vão continuar, mas estou convencido que São Lourenço será, brevemente, um município de referência no interior de Santiago”, vaticinou o autarca.

Carlos Vasconcelos aproveitou para apelar os laurentinos a continuarem a aderir à campanha de vacinação contra a covid-19 para que o município que conta com uma taxa de cobertura de mais de 50% de população elegível, possa atingir, em Setembro, a meta dos 70% da população imunizada e final do ano com 90 ou 95%.

Para assinalar os 16 anos do município e o seu santo padroeiro foram realizadas uma marcha, inaugurações de cisternas nas zonas altas e das unidades sanitárias de base de Pico de Antónia e Chã de Vaca, uma prova de atletismo e uma feira agro-pecuária e gastronómica e uma eucaristia, aprazada para as 10:30. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project