A Semana

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ômicron domina em Israel que abre voos abolindo lista vermelha 07 Janeiro 2022

O Estado de Israel — entre os primeiros a fechar fronteiras "a todos os países" ao detetar-se a Ômicron na última semana de novembro — anunciou esta quinta-feira que abriu os céus para os Estados Unidos, Reino Unido e Suíça que classificara como "os mais perigosos". O Ministério da Saúde de Israel considera agora "inútil" a "medida extraordinária" de há seis semanas.

Ômicron domina em Israel que abre voos abolindo lista vermelha

Israel faz este anúncio seis semanas depois do alarme sobre a variante Ômicron detetada na África do Sul.

São os quarenta dias que tinham sido apontados como necessários para reavaliar o "chocante" fecho de fronteiras — ditado por países como EUA, membros da União Europeia, Ásia.

Esta quinta-feira, o diretor-geral do MS de Israel entende ser "inútil" manter as medidas extraordinárias quando se caminha para a "imunidade natural" — propiciada pelo facto de que "a Ômicron já ultrapassa os 92 por cento de novos casos".

A menor periculosidade da variante "sul-africana" — mesmo se o país austral nega ser a origem — estará pois confirmada na perspetiva israelita. Afinal, o país já vai na quarta dose da vacina anti-Covid, tida como crucial para voltar à normalidade.

Fontes: Times of Israel/Haaretz.il. Foto: Aeroporto Ben-Gurion de Telavive, Israel. Abre-se o país: "Querer travar a Ômicron é equiparável a querer travar as constipações de inverno".

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project