INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

EUA: Advogado mata a mulher após saber que estava infetada com Covid-19 31 Dezembro 2020

Um famoso advogado do Connecticut, nos Estados Unidos da América (EUA), matou a mulher depois de saber que esta tinha testado positivo à Covid-19, e suicidou-se em seguida, no dia de Natal.

EUA: Advogado mata a mulher após saber que estava infetada com Covid-19

Segundo o NY Post, citado pelo Notícias ao Minuto, Cindy Liquori, de 55 anos, estava a dormir na casa da sua mãe, na sexta-feira, quando o marido, John Liquori, se aproximou e alvejou-a fatalmente. “O homem deitou-se, em seguida, ao lado da mulher e disparou contra si próprio”.

Conforme a fonte da Polícia de Harford, Cindy Liquori, que geria um negócio de máscaras e desinfetante, havia testado positivo à Covid-19 e o marido, suspeitava-se que também estaria infetado.

Nessa mesma manhã, o advogado pediu ao cunhado que passasse pela casa da sua mãe (também ela internada com Covid-19) para ir buscar os seus cães. Quando o homem chegou à residência, encontrou os corpos dos dois.

Se estiver a sofrer com alguma doença mental, tiver pensamentos auto-destrutivos ou simplesmente necessitar de falar com alguém, deverá consultar um psiquiatra, psicólogo ou clínico geral”, escreve a fonte referida.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project