INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

EUA: Amigo de Bolsonaro, Steve Bannon foi detido por desvio de fundos do ’Muro de Trump’ de quem foi conselheiro especial 24 Agosto 2020

O mentor de Trump antes e depois da sua chegada à Casa Branca, Steve Bannon foi detido na quinta-feira, 20, suspeito de ter, em colaboração com três outras pessoas, desviado dinheiro de doadores num esquema de arrecadação de fundos para a campanha "Nós construímos o muro".

EUA: Amigo de Bolsonaro, Steve Bannon foi detido por desvio de fundos do ’Muro de Trump’ de quem foi conselheiro especial

Segundo a acusação, citada pela agência noticiosa AP-Associated Press, o montante desviado da campanha está avaliado em "centenas de milhares de dólares".

Os procuradores federais alegam que Bannon e três outras pessoas "orquestraram um esquema para defraudar centenas de milhares de doadores" em ligação com a campanha de ‘crowdfunding’ que juntou mais de 25 milhões de dólares (2 milhões de contos) para construir um muro ao longo da fronteira sul dos Estados Unidos com o México.

A imprensa brasileira refere que Bannon é um dos amigos norte-americanos do presidente do Brasil Jair Bolsonaro e de alguns dos seus filhos. O estratega é tido como próximo de figuras da extrema-direita europeia como Marine Le Pen, Matteo Salvini, Viktor Órban.

Quanto a Donald Trump, demarcou-se de imediato do seu guia ideológico na campanha e especial conselheiro (foto) afirmando: "É uma pena [a sua detenção]. Mas há anos que não o vejo. Literalmente".

Bannon diz-se inocente e é libertado sob fiança de $5 milhões

Segundo a Reuters, Bannon foi detido quando se encontrava a bordo do seu iate no Conneticut. Foi apresentado ao tribunal da área de residência em Manhattan.

O seu advogado dirigiu ao tribunal de Manhattan um pedido de habeas corpus, que foi deferido.

Bannon foi libertado no mesmo dia da detenção contra o pagamento da fiança de cinco milhões de dólares.

Mas fica proibido de sair do país.

Fontes: Referidas/UOL.br/G1. Foto (AFP/Getty): Donald Trump confere a Stephen Bannon o cargo de Conselheiro Especial em 22 de janeiro de 2017. Meses depois, em agosto despediu-o.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project