INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

EUA-Cuba: Manifestantes pedem a Biden "Intervenção em Cuba já" — Paris: embaixada cubana alvo de cocktails-molotov 27 Julho 2021

"Intervenção em Cuba já". Bandeiras americanas e cubanas em frente à Casa Branca, onde várias centenas de pessoas disseram a uma só voz "Intervenção em Cuba já", "Abaixo a ditadura", "Patria y Vida/Pátria e Vida" este o nome da canção tornada símbolo dos protestos contra a Havana. As largas centenas talvez um milhar de cubano-americanos que se manifestaram à tarde voltaram à noite não arredando pé. Em Paris, a embaixada de Cuba foi alvo de projéteis cocktails-molotov, às primeiras horas desta terça-feira.

EUA-Cuba: Manifestantes pedem a Biden

À tarde, os manifestantes depois da concentração em frente à sede do poder, sempre com os mesmos slogans tornados palavras de ordem, seguiram para a embaixada de Cuba. Ali afixaram cartazes com as inscrições "Já não temos medo" "Intervenção em Cuba já".

Já era noite quando voltaram a postar-se em frente à Casa Branca. "Pedimos à administração Biden para intervir militarmente porque em Cuba, o exército armado ataca os cidadãos desarmados", disse à AFP a nascida em Cuba Yamila Diaz, de 34 anos.

Em França, como denunciou o titular cubano do Ministério dos Negócios Estrangeiros pouco depois, a Embaixada Cubana em Paris foi alvo de explosivos, às primeiras horas (locais) desta terça-feira. Só a pronta intervenção dos bombeiros impediu que os dois cocktail-molotov causassem (mais?) estragos.

O ministro Rodríguez [sic] "responsabiliz[a] o governo dos Estados Unidos" pela colocação dos explosivos, incentivada pelas "suas contínuas campanhas contra [Cuba]".
Na tarde e noite anterior, tinha havido mais uma manifestação na capital francesa em solidariedade com o povo cubano, que na outra margem do Atlântico, por entre "denúncias de penúrias diversas, pede liberdade e o fim do regime atual", vigente há mais de 60 anos na ilha.

Em solidariedade com os cubanos que saíram à rua no dia 11. Kat Moya, 22 anos, nasceu já nos Estados Unidos, a terra de asilo do pai que fugiu de Cuba. A jovem americana diz que veio mostrar a sua solidariedade com o povo que "não tem a liberdade que nós temos aqui, nós temos o direito de estar aqui, mas eles são espancados quando fazem o mesmo" em Cuba.

"É a primeira vez que o povo cubano está tão unido, no país e no estrangeiro", exulta Carlos Rodriguez, de 29 anos. "Não queremos o comunismo, queremos o seu fim", disse à AFP.

Há uma semana a Casa Branca de Joe Biden impôs sanções contra o ministro da Defesa de Cuba. Ao mesmo tempo, fazia duas promessas em contramão a essa penalização.

Uma: afirmou que ia trabalhar com Havana para restabelecer o acesso à internet, cortado na ilha desde o dia 11.

Outra: sobre o envio de remessas de dinheiro aos familiares em Cuba, a Casa Branca prometia aos cubanos nos Estados Unidos continuar a fazer esforços para dialogar com o governo em Havana — cuja inflexibilidade e falta de abertura a Casa Branca denuncia. La Habana inflexível, fechada, distante pois da abertura dos Castro que, há doze anos, abraçaram o gesto de reconciliação avançado por Barack Obama.

O 44º presidente em 18.4.2009 disse estar "preparado para empenhar a [sua] Administração num trabalho com o Governo cubano numa vasta gama de assuntos. Desde as drogas à migração e aos problemas económicos e aos direitos humanos, à livre expressão de pensamento e às reformas democráticas".

Qual o resultado desse abraço Obama-Castro? A dinastia castrista finda há três meses (quando o presidente eleito em 2018 ascende à presidência do partido único), pergunta-se também: E agora, Diaz-Canel?

Fontes: CNN/AFP/Washington Post/NY Times/Le Monde. Relacionado: Cuba: Milhares nas ruas pedem "liberdade, fim da ditadura" — Biden apela ao governo para ’ouvir’, 13.jul.021. Fotos (AFP-Getty): Manifestações na capital americana. Horas depois o MNE cubano denuncia que os ataques de Biden incentivaram os cocktails-molotov contra a Embaixada de Cuba em Paris, às primeiras horais (locais) desta terça-feira, 27.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project