Retratos

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

EUA: Embaixadora Linda Thomas-Greenfield preside Conselho de Segurança da ONU 06 Mar�o 2021

A novel embaixadora dos Estados Unidos nas Nações é por inerência a presidente do Conselho de Segurança, com mandato desde o dia 1 até ao dia 31 deste mês.

EUA: Embaixadora Linda Thomas-Greenfield preside Conselho de Segurança da ONU

Joe Biden escolheu Linda Thomas-Greenfield, de 69 anos, certo de que ela vai realizar o “regresso” ao mundo que ele prometeu ser uma das bandeiras da sua presidência.

A abertura americana ao mundo, prometida pelo atual ocupante da Casa Branca, é garantida pela sólida experiência de Linda Thomas-Greenfield, adquirida ao longo de mais de trinta anos no campo diplomátic, segundo as fontes.

Linda Thomas-Greenfield é uma diplomata experiente, com mais de três décadas de experiência. De 2008 a 2012, foi a embaixadora na Libéria, antes de tornar-se diretora-geral dos Serviços Estrangeiros dos Estados Unidos.

De 2013 a 2017, é a diplomata americana responsável máxima pelos Assuntos Africanos, segundo o ’The New York Times’. No período mais agudo da doença, destaca-se pela eficácia na supervisão da epidemia do Ébola.

Em 2017, "LTG", como é também conhecida, faz parte do grupo dos diplomatas expulsos pelo secretário de Estado Rex Tillerson, durante a presidência de Donald Trump.

Mais sólida, a ideal

Segundo as fontes, a embaixadora Linda Thomas-Greenfield está no topo da carrreira diplomática, equivalente ao grau de ministro, de longe superior ao da sua predecessora sob Trump.

A candidata ideal, como foi logo classificada em novembro no círculo mais próximo do presidente-eleito, é retratada como “pessoa muito calorosa”, “aberta”, “de trato fácil”.

Outro traço destacado deste retrato ideal: Linda Thomas-Greenfield é conhecida no meio diplomático pelos dotes culinários. Entre eles a confeção do ’gombo’ da gastronomia dita ‘criola’, prato típico da sua Louisiana natal.


Dura e ainda agradável

"Ela sabe ser dura sem ser desagradável”, diz dela o antigo secretário de Estado John Kerry, e que é o enviado-especial para o Clima.

Apoios

O novo chefe da diplomacia Antony Blinken saudou a confirmação de Linda Thomas-Greenfield, “uma diplomata que incarna os valores americanos”. Ela, enfatizou Blinke, vai “reconstruir a posição da nossa nação na ONU e outros espaços internacionais” e “reforçar o compromisso do presidente Biden em renovar a liderança mundial”.

Em declarações à CNN, Elizabeth Cousens, presidente da Fundação das Nações Unidas, é assertiva: "Linda Thomas Greenfield é sem qualquer dúvida a pessoa certa para este lugar neste momento. Tem décadas de experiência na linha da frente da política estrangeira americana. Trabalhou numa grande variedade de contextos internationais. É excepcionalmente bem cotada entre todos os diplomatas com quem trabalhou”, elogiou.

Também os diplomatas da ONU receberam a novel diplomata “com grande entusiasmo”, na expectativa de que a organização pode contar com “a valiosa contribuição dos Estados Unidos”, após os quatro anos em que a presidência de Trump “negligenciu a organização”, segundo depoimentos à CNN.

Fontes: Washington Post/Le Figaro/Outras referidas. Fotos: Linda Thomas-Greenfield discursa no primeiro dia em que assumiu a presidência do Conselho de Segurança, inerente à função de embaixadora nas Nações Unidas.} Em 2012, na Libéria.}

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement