INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

EUA: Juiz dá ordem e avião regressa ao Texas com mãe e filha deportadas para El Salvador horas antes 11 Agosto 2018

Um juiz na capital americana mandou, esta quinta-feira, 9, suspender a ordem de expulsão já o avião tinha descolado, mas isso não impediu a execução do mandado judicial. Mãe e filha de dois anos já estão de volta aos Estados Unidos, onde permanecerão até que o tribunal decida sobre o seu pedido de asilo. O juiz manifestou a intenção de sentar o procurador-geral Jeff Sessions no banco dos réus, por "desrespeito para com o tribunal".

EUA: Juiz dá ordem e avião regressa ao Texas com mãe e filha deportadas para El Salvador horas antes

A "expulsão escandalosa” duma salvadorenha e filha detidas num centro do Texas indignou o juiz Emmet G. Sullivan. “Alguém chega aos Estados Unidos em busca de justiça e, antes mesmo de ser ouvido em tribunal, o governo dá-lhe ordem de expulsão?”, questionou o juiz citado pelo Washington Post. “É inaceitável”, resumiu.

O magistrado decidiu por isso “bloquear a ordem de expulsão” até que o pedido de asilo das duas, mãe e filha menor, seja examinado em tribunal.


Carmen fugiu de El Salvador para não ser morta pelo ex-marido

A história da mulher, Carmen, que fugiu de El Salvador para não ser morta pelo ex-marido, que a continuava a violar, espancar e ameaçar de morte, está contada no site da ONG que ajuda a defesa de imigrantes ameaçados de expulsão sob a lei que endureceu os processos para obter o direito de refúgio/asilo.

Em junho, lê-se no site, a salvadorenha Carmen fugiu do seu país com a filha e pediu asilo nos Estados Unidos. Embora os funcionários tenham concluído que o seu relato era credível, foi-lhe recusado o estatuto de refugiada porque “faltava a prova de perseguição”, sob as novas leis implementadas em junho.

O juiz manifestou a intenção de usar a figura jurídica grave de "desrespeito para com o tribunal" para acusar o procurador-geral Jeff Sessions, como requerido por ONGs pró-imigrantes. É que o PGR Sessions — com poderes extensivos análogos às do ministro da Justiça e da Administração Interna — fez em junho anunciar medidas mais duras para travar o afluxo de imigrantes originários da América Central, as quais bloqueiam pedidos de asilo mesmo em alguns casos em que o requerente alega que tem a vida em risco.

Fontes: Washington Post/ Le Monde. Foto (AP) captada em 12 de junho, na fronteira perto do Texas, EUA: Imigrantes de El Salvador, Honduras e outros países da América Central à espera de serem encaminhados para centros de detenção em San Antonio.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert

Newsletter

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project