INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

EUA: Mais de 3 milhões de adultos deslocados por desastres naturais 05 Janeiro 2023

Mais de 1,3% da população adulta nos Estados Unidos foi deslocada por desastres naturais em 2022, com os furacões a serem responsáveis por mais de metade das realocações, foi divulgado esta quinta-feira, 05, de acordo com a Agência Lusa.

EUA:  Mais de 3 milhões de adultos deslocados por desastres naturais

Conforme noticia a Lusa, os resultados preliminares do Household Pulse Survey indicaram que 3,3 milhões de adultos norte-americanos foram deslocados por furacões, inundações, incêndios, tornados ou outros desastres.

"O inquérito "online" do U.S. Census Bureau (Departamento dos Censos dos Estados Unidos) de dois anos questionou pela primeira vez sobre o deslocamento de desastres naturais no país", cita a mesma fonte.

Alguns estados foram mais afetados do que outros

Sabe-se que na Florida, quase um milhão de pessoas, ou cerca de um em cada 17 residentes adultos, foram deslocadas num estado que foi devastado pelos furacões Ian e Nicole no outono.

"Mais de 409.000 pessoas - ou quase uma em cada oito residentes - foram deslocados no Luisiana, que teve uma temporada de furacões comparativamente calma em 2022, embora os residentes ainda estivessem a lidar com os impactos devastadores do furacão Ida no ano anterior", escreve a Lusa, sublinhando que entre os estados com taxas mais baixas de população adulta deslocada por desastres estão Indiana, Maine, Dakota do Norte, Ohio e Oklahoma.

Dos 3,3 milhões de adultos deslocados, mais de um terço ficou fora de casa por menos de uma semana. "Cerca de um em cada seis residentes nunca regressou a casa, de acordo com o inquérito", cita a nossa fonte.

Refira-se que a composição demográfica dos deslocados não se desviava muito da raça geral e origem étnica da população dos Estados Unidos, mas tendiam a ser mais pobres.

"Cerca de 22% dos adultos deslocados relataram ter uma renda familiar inferior a 25.000 dólares (cerca de 24.000 euros) por ano, em comparação com 17,4% da população geral do país", escreve a mesma fonte.

O U.S. Census Bureau enviou questionários a mais de um milhão de domicílios para participar no inquérito experimental e recolheu um total de 70.685 respostas em meados de dezembro.

A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project