ANÚNCIOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

EXTRATO 2ª Publicação 10 Outubro 2022

— - CERTIFICO, para efeitos da segunda publicação nos termos do disposto no artigo 100º do Código do Notariado, aditado pelo Decreto-Lei n.º 45/2014, de 20 de Agosto, B.O. nº 5 – Iª Série, no dia trinta do mês de setembro do ano dois mil e vinte e dois, nesta Cidade de Nova Sintra e na Conservatória dos Registos e Cartório Notarial da Região de Segunda Classe da Brava, perante mim, Catiza Cláudia Gonçalves de Pina, Conservadora/Notária P/S, foi lavrada no livro de notas para escrituras diversas número dez-B de folhas dezoito verso à vinte e um frente, a Justificação Notarial, na qual

EXTRATO 2ª Publicação

Dulcelina Maria da Luz Gomes, identificação fiscal número um, três, nove, três, seis. Zero, dois, oito, solteira, maior, natural da freguesia de São João Baptista, concelho da Brava, residente em Furna, Brava, titular do bilhete de identidade número um, três, nove, seis, zero, emitido em dezessete de janeiro de dois mil de dezoito, pelo Arquivo Nacional de Identificação Civil e Criminal em São Filipe- Fogo, que outorga em representação, na qualidade de procuradora das seguintes justificantes: a) Benvinda Cardoso Rocha, identificação fiscal número um, nove, zero,oito,zero, três, zero, nove, seis, casada com Francisco Rocha, sob o regime de separação de bens, residente em Lisboa, Portugal, b )Dulce Correia Morais , identificação fiscal número um, um,oito, dois, cinco, nove, quatro, quatro, zero, casada com Joaquim Medina, sob o regime de separação de bens, residente em Almada, Portugal, c) Maria da Luz Correia Cardoso, identificação fiscal número um,um,oito,dois,três, oito, quatro,quatro, dois, solteira, maior, residente em Achada Santo António, Praia, todas naturais da freguesia de São João Baptista, concelho e Ilha da Brava; identificadas conforme procurações outorgadas a dezassete de março de dois mil e vinte e dois, no Cartório Notarial em Portugal e no dia cinco do mês de abril do ano dois mil e vinte e dois, no Segundo cartório Notarial , em Achada Santo António, Praia, e Augusto de Jesus Cabral identificação fiscal número um,zero, um três, quatro, um, oito, dois, dois, casado com Maria de Jesus Gilmete Gomes, sob o regime de comunhão de adquiridos, titular co cartão de identificação número um,nove,sete,três,zero,oito,um,sete,M,zero,zero,um,C, que outorga em representação,na qualidade de procuração de justificante e compradora, Angelina Correia Morais, identificação fiscal número um,um,quatro,seis,dois,três,cinco,três,oito, solteira,maior,natural da freguesia de São João Baptista,concelho e ilha da Brava,residente no Estados Unidos de América, conforme procuração outorgada no dia dois de agosto de dois mil e vinte e dois, no Estados Unidos de América, DECLARAM que suas representadas são donas e legítimas possuidoras, com exclusão de outrem, de uma casa, rés-do-chão, construída de alvenaria de blocos maciços de areia e cimento com fundação continua de pedras basálticas, coberta de betão armado,composta por: uma sala de visita, uma saleta, três quartos de dormir, uma sala de jantar, uma cozinha, uma casa de banho e um corredor, medindo sua área de oitenta e cinco metros quadrados (85 m2), situado em Furna, Brava, confrontando do Norte com Rocha, do Sul com caminho, do Este com Filomena Rodrigues e do Oeste com filhos de Evelise Andrade Martins, inscrito na matriz rústica da freguesia de São João Baptista, sob o nº 1804/0, omisso nesta Conservatória.------------------------------------------------------
— - Que o referido prédio veio as suas posses por herança da falecida mãe, Domingas Correia, ocorrida há mais de vinte anos, de quem eram únicas herdeiras.-------------------------------------------------------------------------------------------


Que não possuem, qualquer título que legitime o direito de propriedade que se arrogam sobre o referido prédio, mas que entraram na posse do mesmo, à vista de todos, posse essa pacífica, contínua e pública, sem interrupção, suportando todos os encargos daí resultantes, tendo feito a inscrição matricial em seus nomes, pagando as respectivas contribuições e impostos, pelo que adquiriram o seu direito de propriedade por usucapião, o que invocam para efeitos de primeira inscrição no registo predial.------------------------------------------------------------------------------------------ Os potencias interessados têm um prazo de quarenta e cinco dias a contar da segunda e última publicação para eventual impugnação.---------------------------------------------- ESTÁ CONFORME. ---------------------------------------------------------------- -Nova Sintra e Conservatória dos Registos e Cartório Notarial da Região de Segunda Classe da Brava, trinta do mês de setembro do ano de dois mil e vinte e dois.--------------------------------------------------------------------------------------------------

Reg. Sob o n.º338/2022
Art. 20ª,4,2……………. 1000$00
Selo do acto………………. 200$00
Soma:……………………. 1.200$00

A Conservadora Notária P/S
/Catiza Cláudia Gonçalves de Pina/

https://www.asemana.publ.cv/IMG/pdf/extrato_1-2.pdf

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project