MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Egípcio preso por tomar pequeno almoço com uma colega saudita 12 Setembro 2018

O egípcio a trabalhar no Reino Saudita foi detido e a rede social Twitter tornou o caso —insólito, para o Ocidente — um fenómeno global, mas só os próximos sabem do estudante detido por estar a passear com uma colega de faculdade. Aconteceu a um "criolo" que estudava no Magrebe nos anos de 1980.

Egípcio preso por tomar pequeno almoço com uma colega saudita

O destaque pode ter que ver também com a incongruência entre esse facto (dum quotidiano insólito) e a mudança social prometida pelo príncipe herdeiro no reino saudita onde a arquitetura vanguardista dos aeroportos (na foto, o ’King Khalid Airport’ de Riade) quer indicar a abertura ao mundo.

Um contraste flagrante com as leis existentes que enclausuram as mulheres, segregando-as e impedindo-as de entrarem sozinhas no espaço público. Pastelarias, cafés, restaurantes têm salas para famílias e salas para homens solteiros. As mulheres, solteiras ou não, só entram se acompanhadas pela família.

Social-media divididos

A ’selfie’ do pequeno-almoço entre colegas de trabalho este domingo, 9, despoletou o caso. É que o egípcio fez um vídeo do pequeno-almoço e divulgou-o via Twitter. Acabou por ser detido pelas autoridades, acusado de “cometer várias violações da lei", segundo escreve a agência de notícias Reuters.

Alguns utilizadores brincaram com a “enorme gravidade” de fazer uma refeição com um colega de trabalho, outros criticaram os “egos frágeis” dos homens sauditas —que ’não aguentam ver uma mulher saudita ao lado de um não-saudita’.

Entretanto outros, em defesa da decisão das autoridades, afirmam que uma mulher saudita a trabalhar ao lado de um homem estrangeiro é uma ’clara violação dos valores e das tradições do reino’.

Fontes: Reuters /Twitter

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project