REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Narcotráficio: "El Chapo" asiático detido em Amsterdão 25 Janeiro 2021

Tse Chi Lop, de 57 anos, alcunhado o "El Chapo da Ásia" por liderar o ’The Company/A Companhia’, um cartel asiático que movimenta por ano até $80 biliões de dólares, foi detido este domingo em Amsterdão, capital económica do reino dos Países-Baixos. A Polícia Federal australiana confirmou que há cooperação com a justiça neerlandesa no sentido da extradição do sino-canadiano para a Austrália onde irá prestar conta dos seus crimes.

Narcotráficio:

O binacional Tse Chi Lop, nascido na China e canadiano por naturalização, foi detido no aeroporto de Schiphol para cumprir um mandado de captura da Interpol emitido na Austrália.

Tido como o equivalente asiático do narcotraficante mexicano Joaquin "El Chapo" Guzman ou do maior de todos que é El Escobar, o agora detido na Holanda, Tse Chi Lop, tem segundo as autoridades australianas "prejudicado a Austrália por importar e distribuir grandes quantidades de narcóticos ilícitos, por lavar os lucros em outros países e por levar uma vida dispendiosa com a riqueza ilícita obtida com o crime, desde há vários anos".

A referência a narcóticos ilícitos abrange as metanfetaminas e outras drogas sintéticas num valor que vai dos $17.7 bn-biliões de dólares aos $80 bn, segundo estimou em 2018 a UNODC-Gabinete das Nações Unidas contra Drogas e Crimes.

A entidade onusiana teme que esses valores tenham sido recentemente atualizados para o quádruplo, já que tudo aponta para a tendência de estar o consumo das drogas sintéticas a ultrapassar o da heroína e cocaína.

Segundo especialistas, as novas tendências para o consumo de metanfetaminas, quetaminas e fentanil estão a mudar as fontes mundiais dos narcóticos. Em vez da Colômbia e México, dominam agora a Birmânia/Myanmar, Tailândia e Laos, países do sudoeste asiático onde esse negócio bilionário é "protegido por milícias privadas", segundo um relatório de junho último divulgado pela Reuters.

Fontes: BBC/AFP/Reuters. Relacionado: Condenado a 25 anos de cadeia, Le Roux "senhor da África Oriental", 10.jul.020. Fotos (Getty/Reuters).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project