LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Enfermeira portuguesa venceu Covid-19 com Viagra após 28 dias em coma 05 Janeiro 2022

A enfermeira Mónica Almeida de 37 anos, que mora e trabalha em Gainsborough, na Inglaterra esteve em coma vinte e oito dias, e os médicos decidiram que iam desligar a máquina em três dias para dar tempo aos pais chegarem de Portugal para se despedir da filha.

Enfermeira portuguesa venceu Covid-19 com Viagra após 28 dias em coma

A enfermeira, asmática, apesar de ter as duas doses da vacina, testou positivo em 31 de outubro no hospital onde trabalha. Internada em 9 de novembro, foi transferida para a terapia intensiva uma semana depois, antes que os médicos a colocassem em coma induzido em 16 de novembro.

Mónica esteve a lutar pela sua vida durante vinte e oito dias. Os médicos tinham tentado tratamentos alternativos, mas o seu quadro agravava-se. Só mantinham ligados os aparelhos que a mantinham viva para dar tempo aos pais de chegar de Portugal para se despedirem.

Por fim, os médicos ao 28º dia — a 72 horas de desligar o ventilador — decidiram administrar-lhe uma dose extra de Viagra, o tratamento para a disfunção eréctil.

Mónica, mãe de dois flhos pequenos, reagiu ao tratamento, começou a respirar por si e atingiu metade da capacidade respiratória em três dias, como ela própria relatou à imprensa.

Ao acordar, narra, "contei uma piadinha com o enfermeiro, porque o conhecia. Ele disse-me que era o Viagra, eu ri e pensei que ele estava a brincar. Mas ele disse ’Não, é mesmo a sério, recebeste uma grande dose de Viagra’. Foi o meu pequeno milagre de Natal", disse Mónica,ao The Sun.

Fontes: The Sun.co.uk/

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project