SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Enfermeiros de Cabo Verde querem enquadramento na especialidade - Evanilda Santos 12 Maio 2021

Os enfermeiros de Cabo Verde solicitaram hoje que fossem enquadrados na especialidade, alegando querer com isso mudar a carreira de enfermagem e melhorar o tratamento em áreas específicas.

Enfermeiros de Cabo Verde querem enquadramento na especialidade -  Evanilda Santos

“Estamos a aguardar um plano de especialidade para podermos enquadrar os enfermeiros e melhorar assim o conhecimento dos profissionais em áreas específicas e trabalhar para maior equidade em relação aos médicos”, disse a presidente da Comissão Instaladora da Ordem dos Enfermeiros de Cabo Verde(OECV), Evanilda Santos, em declarações à Inforpress, no âmbito do Dia Internacional do Enfermeiro, celebrado hoje.

A presidente da comissão instaladora da OECV, que considera a enfermagem como “um dos pilares importantes” para o sector da Saúde, “reconhecida em tempos da covid-19”, o papel da classe tem sido “fundamental” para os cuidados primários, na colheita de diagnósticos, nas urgências com a triagem para diagnóstico e nos hospitais de campanha.

No País, realçou, são os enfermeiros que sustentam os hospitais de campanha, demonstrando uma “resiliência e liderança muito fortes” e passando até mês fora do lar para poder tratar dos doentes da covid-19.

“Muitos trabalharam pondo em risco a sua família e o trabalho de hoje, com a pandemia, tem de ser o mais eficiente e resiliente possível, numa perspectiva de beneficiar e tratar o maior número de doentes”, disse, reiterando uma vez mais que os enfermeiros, na situação da covid-19, têm sido “a força de liderança e resiliência” no País.

Segundo a mesma fonte, em qualquer pandemia ou serviço de Saúde o enfermeiro é “primordial” para o funcionamento de um sector de cuidados.

Perante o papel do enfermeiro no sector da Saúde e na vida do doente, Evanilda Santos é também de opinião de que já é tempo de se repensar os modelos de assistências, isso tendo em consideração as necessidades dos doentes.

“Tínhamos marcado uma reflexão sobre esse tema, mas devido à covid-19 não foi possível, mas pensamos reflectir sobre o papel da enfermagem na liderança e em como abrir outros horizontes em relação à profissão”, disse, salientando que talvez estes debates, em princípio, estarão a cargo do bastonário que vai estar à frente da Ordem.

Quanto a críticas a que o enfermeiro tem sido alvo, não só na época de pandemia mais também se referindo a maior humanização no atendimento e cuidados, Evanilda Santos reconheceu que o facto de cada pessoa ter sua personalidade pode originar queixas, às vezes, mas que “não representam o bom trabalho da classe”, cita Inforpress.

Lembrou ainda aos profissionais de enfermagem que quando mostram uma atitude menos profissional é a classe que fica “manchada”, pelo que recomendou a todos a serem mais humildes.

De acordo com a mesma fonte, porém, tendo em consideração as críticas dos doentes, afirmou que inquéritos realizados nos hospitais e centros de saúde sobre essa questão indicam que os doentes também, às vezes, humilham os enfermeiros, pelo que a partir de agora se os doentes se queixam por serem mal atendidos, os enfermeiros vão passar a queixar-se da forma como são tratados por alguns doentes.

Na luta por direitos e garantias para o melhor exercício da profissão, Evanilda Santos garantiu que, de momento, muitos já foram reclassificados, havendo alguns com licenciatura já concluída para reclassificação.

Apontou ainda a existência de enfermeiros contratados na época da covid-19 e aguardam para entrar no quadro de pessoal da Saúde, ainda esse ano, após o anúncio de concurso, refere a notícia avançada pela Inforpress.

O lema “Uma visão para o futuro dos cuidados de saúde” escolhido pelo Conselho Internacional de Enfermeiros para assinalar a data é explicada pela presidente da comissão instaladora como “sinal para o enfermeiro cabo-verdiano que é pouco visto no quadro da liderança”.

Para uma melhor liderança admitiu a necessidade de haver enfermeiros especializados para que possam estar à frente de serviços que prestam cuidados à terceira idade, clínicas e outros.

Mas do que isso, avança a fonte, admitiu a necessidade de se pensar sobre os enfermeiros e a sua família, revelando a existência de uma sobrecarga de trabalho devido à redução de contratos para prestação de serviços nos hospitais.

A Comissão Instaladora da Ordem dos Enfermeiros de Cabo Verde conta com 1.112 enfermeiros inscritos a nível nacional. Mas o Instituto Nacional de Saúde Publica avança um efetivo total de 1200, incluindo os 170 recrutados recentemente.

O Dia Internacional da Enfermagem é celebrado mundialmente desde 1965, mas foi oficialmente estabelecida em 1974, a partir de decisão do Conselho Internacional de Enfermeiros.

O dia 12 de Maio foi escolhido como homenagem ao nascimento da britânica Florence Nightingale, uma pioneira da enfermagem moderna, que nasceu em 12 de Maio de 1820, e que se tornou enfermeira e fundou a Escola de Enfermagem do Hospital St. Thomas, que recebeu o seu nome.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project