DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Escutas a ex-presidente do Barcelona revelam compra de fígado para Abidal 04 Julho 2018

Sandro Rosell admite em conversas telefónicas que doação por parte de primo do antigo jogador foi inventada. Mas Abidal e o clube blaugrana desmentem estas informações.

Escutas a ex-presidente do Barcelona revelam compra de fígado para Abidal

O El Confidencial avança que a Guardia Civil e a Policía Nacional espanholas tiveram acesso a quatro chamadas telefónicas do antigo presidente do Barcelona, Sandro Rosell, nas quais admite a compra ilegal de um fígado para Eric Abidal. Convém recordar que o jogador francês foi submetido a um transplante de fígado em 2012 para vencer um cancro.

Nas conversas telefónicas, Sandro Rosell, que está preso há um ano acusado de branqueamento de capitais, fala com uma pessoa identificada como ‘Juanjo’, aparentemente alguém da confiança do ex-presidente do Barça.

A suposta compra do fígado aconteceu depois de um agravamento do seu estado de saúde devido ao cancro que lhe tinha sido diagnosticado em 2011.

O Barcelona anunciou então que Abidal necessitava de um transplante de fígado com urgência. A 10 de abril de 2012 foi feito o transplante depois de ter sido encontrado um dador compatível.

Na altura, o Barcelona revelou que se tratava de um primo de Abidal chamado Gerard e que vivia em França. O clube catalão não partilhou mais informações alegando respeito pela privacidade de Gerard.

A Organização Nacional de Transplantes já abriu uma investigação a este caso em conjunto com a Organização Catalã de Transplantes e com o Hospital Clínico de Barcelona. Segundo a Cadena Ser, para já estas três entidades apenas esclareceram que o transplante de fígado de Abidal foi realizado de acordo com a lei e seguindo os protocolos habituais.

Barça e Eric Abidal desmentem compra ilegal do fígado

O Barcelona já desmentiu as informações divulgadas pelo El Confidencial e mostrou-se triste pela falta de “rigor na divulgação de informação sobre um assunto tão sensível”.

Num comunicado divulgado pela Fundação Eric Abidal, esta nega “categoricamente” em seu nome e em nome do antigo internacional francês uma “irregularidade no tratamento da sua doença”. Fonte: NM

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project