REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Espanha: Madrid debaixo de neve: maior nevão dos últimos 50 anos fez pelo menos quatro mortes 09 Janeiro 2021

A capital espanhola e cinco regiões no centro de Espanha estão sobre alerta vermelho.

Espanha: Madrid debaixo de neve: maior nevão dos últimos 50 anos fez pelo menos quatro mortes

Madrid acordou este sábado, pelo segundo segundo dia consecutivo, sob um espesso manto de neve. O pior nevão dos últimos 50 anos obrigou a capital espanhola, assim como cinco regiões do centro do país, a decretar alerta vermelho, revela TSF.

Há pelo menos 400 estradas cortadas e centenas de carros presos debaixo da neve. O presidente da câmara de Madrid, José Luís Martinez-Almeida, já pediu ajuda ao governo central e apela a todos os cidadãos que não saiam de casa.

A situação deve piorar este domingo. Segundo a previsão meteorológica, a neve vai acumular mais 20 centímetros em Madrid e no planalto central do país podendo chegar a 50 centímetros de altura.

Durante a última noite, o serviço de socorro da Comunidade de Madrid, em colaboração com a Unidade de Emergência Militar, com o Corpo de Bombeiros e a Proteção Civil libertaram mais de mil motoristas presos dentro dos seus camiões.

Segundo descreve a mesma fonte, a tempestade Filomena já provocou pelo menos três vítimas mortais no país. Um homem foi encontrado soterrado na neve em Madrid e uma pessoa em situação de sem-abrigo morreu devido ao frio em Saragoça. Em Fuengirola, Malága, duas pessoas morreram depois do carro em que seguia ter sido arrastado pela força da água, apanhado pela subida súbita do caudal de um rio.

O primeiro-ministro, Pedro Sánchez, também já alertou para a gravidade da situação, pedindo aos espanhóis que evitem deslocações desnecessárias.

Devido ao nevão, os autocarros públicos e a recolha de lixo foram suspensos em Madrid, a vacinação contra a Covid-19 foi suspensa este fim de semana e o jogo Espanha-Croácia, marcado para esta tarde, foi adiado.

O aeroporto de Adolfo Suarez Madrid-Barajas, na capital espanhola, interrompeu todas as partidas e chegadas de voos. Na sexta-feira cerca de 30 voos tiveram de ser desviados e outros tantos cancelados.

Também a operadora ferroviária espanhola Renfe suspendeu todos os seus comboios de e para Madrid este sábado, anunciou a empresa no Twitter.

A suspensão inclui os comboios de média e longa distância, bem como os serviços suburbanos da Comunidade de Madrid. Estão também suspensos os serviços transversais da Andaluzia para a Catalunha, adiantam fontes da Renfe à agência de notícias espanhola Efe.

As escolas madrilenas vão manter-se encerradas na segunda e na terça-feira.

As previsões meteorológicas indicam que a tempestade Filomena se vai deslocar para nordeste no domingo, o que vai atenuar a queda de neve mesmo que as temperaturas continuem excecionalmente baixas, conclui a TSF que cita fontes oficiais.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project