INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Espanha: Tribunal espanhol assume nova investigação do ex-rei Juan Carlos I 04 Novembro 2020

Os promotores da Suprema Corte espanhola assumiram uma nova investigação sobre as atividades financeiras do ex-rei Juan Carlos, que recentemente deixou a Espanha para viver em um país não especificado após a abertura de processos contra ele na Espanha e na Suíça.

Espanha: Tribunal espanhol assume nova investigação do ex-rei Juan Carlos I

De acordo com as informações avançadas pelo Euronews, a Procuradoria do Estado confirmou que o tribunal assumiu o comando de uma nova investigação depois que o diário on-line espanhol elDiario.es informou que promotores anticorrupção investigavam o suposto uso pelo ex-rei, a ex-rainha Sofia e alguns parentes de cartões de crédito vinculados para contas estrangeiras que não estejam em seus nomes.

A porta-voz do governo espanhol, María Jesús Montero, não quis comentar o caso, no entanto, disse que o governo espera que isso seja esclarecido o mais rápido possível.

O gabinete do procurador não deu detalhes sobre a investigação, mas a agência de notícias privada Europa Press disse que os procuradores confirmaram que se tratava do caso mencionado por elDiario.es.
A Europa Press não nomeou os procuradores que forneceram essas informações. A declaração de um promotor disse que eles também estavam investigando o vazamento da investigação anticorrupção para um meio de comunicação.

As despesas com cartão referem-se ao período 2016-2018, após a abdicação de Juan Carlos em 2014. EDiario.es disse que a investigação não dizia respeito a seu filho, o atual rei espanhol Felipe VI, ou a rainha Letícia.

A Suprema Corte começou a investigar o ex-rei após relatos de uma investigação suíça sobre o pagamento de milhões de euros em propinas a Juan Carlos pelo falecido rei Abdullah da Arábia Saudita em 2008.

Juan Carlos teria então transferido uma grande quantia para um ex-companheiro, o que os investigadores consideram uma possível tentativa de esconder o dinheiro das autoridades. A companheira, Corinna Larsen, é uma empresária dinamarquesa-alemã ligada há muito tempo ao ex-rei pela mídia espanhola.

O paradeiro de Juan Carlos nunca foi confirmado. Ele não foi acusado de nenhum crime até o momento.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project