INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Espanha indigna-se com foto "da vergonha" rei Juan Carlos-saudita Bin Salman 28 Novembro 2018

A foto do rei emérito Juan Carlos a saudar o príncipe herdeiro saudita Mohamed Bin Salman no final do Grande Prémio de Fórmula 1 de Abu Dhabi, no domingo, 25, correu mundo e deixou a Espanha indignada.

Espanha indigna-se com foto

Os órgãos de comunicação social do reino de Espanha fizeram esta segunda-feira, 26, manchete com a "foto da vergonha". Lembram que a CIA concluiu ter sido o herdeiro saudita o mandante do assassínio do jornalista Jamal Khashoggi.

Juan Carlos que abdicou — devido aos escândalos que envolveram o fim do seu reinado — está a desfazer o trabalho do atual rei, acusam-no. Se Felipe VI tem vindo a trabalhar para recuperar a imagem da instituição monárquica, vem a "foto da vergonha" arruinar a imagem da monarquia espanhola, escreve o El Mundo.

Segundo esta fonte, "Don Juan Carlos manteve sempre, ao longo do seu reinado de mais de quarenta anos, uma relação estreita com as famílias reais árabes, a qual deu resultados lucrativos ao reino de Espanha".

O El País refere o negócio de perto de dois biliões de euros, para forneceimento de armas, assinado na última visita oficial de Mohammed Bin Salman à Espanha, no início deste ano.

O mesmo diário na edição desta segunda-feira, 26, recorda que a AVE, linha férrea de alta velocidade, entre Meca e Medina, orçada em 7.000 milhões de euros atuais, foi construída por um consórcio espanhol graças à mediação do rei Juan Carlos junto do rei Fahd, irmão do rei Salman.

Outro diário madrileno, o Público, lembra que "em 1973, em plena crise do petróleo", que deitou abaixo as economias ocidentais, foi o príncipe saudita Fahd bin Abdulazziz — futuro rei entre 1982 e 2005 — que "garantiu à Espanha todo o petróleo de que o país precisava", em resposta ao pedido do “irmão” Juan Carlos.

Quatro anos mais tarde foi o mesmo príncipe a "emprestar" 100 milhões para restaurar a democracia espanhola após o golpe de Estado de 1977. O Público , de Espanha, escreve que nunca foram devolvidos esses petrodólares sauditas que acorreram ao pedido de socorro do rei espanhol.

MBS na Cimeira do G-20

A cimeira de chefes de Estado e de governo dos países do G20 começa na próxima semana em Buenos Aires. A imprensa internacional refere o embaraço que será ver o príncipe saudita a apertar a mão dos líderes das principais potências mundiais.

A cimeira argentina será o coroar do sucesso do périplo que, nas últimas semanas, Mohammed Bin Salman fez por vários países do Próximo e Médio Oriente a obter apoio enquanto os media publicam relatos crus sobre a sua responsabilidade intelectual na morte e esquartejamento do jornalista, seu ex-amigo.

Fontes referidas. Foto Reuters.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project