LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Estado da União: Von der Leyen defende aposta tecnológica em África e América Latina 14 Setembro 2022

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, defendeu hoje uma aposta em “tecnologia de classe mundial” em África, anunciando duas fábricas para produção de vacinas, cuja abordagem “será replicada” na América Latina.

Estado da União: Von der Leyen defende aposta tecnológica em África e América Latina

“Juntamente com os nossos parceiros africanos, estamos a construir duas fábricas no Ruanda e no Senegal para fabricar vacinas mRNA [RNA mensageiro]. Estas serão fabricadas em África, para África, com tecnologia de classe mundial”, disse Ursula von der Leyen.

Intervindo no seu terceiro discurso sobre o Estado da União, na sessão plenária do Parlamento Europeu, na cidade francesa de Estrasburgo, a líder do executivo comunitário revelou que Bruxelas tenciona agora “replicar esta abordagem em toda a América Latina como parte de uma estratégia de envolvimento mais ampla”.

“O nosso futuro também depende da nossa capacidade de nos envolvermos para além do núcleo dos nossos parceiros democráticos. Países próximos e distantes partilham um interesse em trabalhar connosco nos grandes desafios deste século, tais como as alterações climáticas e a digitalização”, contextualizou Ursula von der Leyen.

Um ano após ter anunciado, também no discurso sobre o Estado da União de 2021, uma estratégia europeia para promover ligações inteligentes, limpas e seguras a nível digital, da energia e dos transportes e reforçar os sistemas de saúde, de educação e de investigação em todo o mundo, a responsável lembrou que esta aposta “é a principal ideia por detrás do Global Gateway, o plano de investimento anunciado há um ano e que já está a dar resultados no terreno”.

Ainda assim, Ursula von der Leyen apontou ser necessário “investimento à escala global”, razão pela qual a União Europeia (UE) vai “trabalhar em equipa com os amigos nos Estados Unidos e com outros parceiros do G7 para fazer com que isto aconteça”.

“Neste espírito, o Presidente [norte-americano, Joe] Biden e eu vamos convocar uma reunião de líderes para rever e anunciar os projetos de implementação”, revelou a responsável, falando perante os eurodeputados.

O projeto Global Gateway, adotado pela UE, visa enfrentar os desafios globais mais prementes, da luta contra as alterações climáticas à melhoria dos sistemas de saúde e ao reforço da competitividade e das cadeias de abastecimento mundiais.

Para isso, a UE está a intensificar a oferta aos seus parceiros com importantes investimentos no desenvolvimento de infraestruturas em todo o mundo, prevendo-se que, entre 2021 e 2027, a Equipa Europa (composta pelas as instituições europeias e os Estados-membros em conjunto) mobilize até 300 mil milhões de euros de investimentos nos domínios das tecnologias digitais, clima e energia, transportes, saúde e educação e investigação.

A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project