ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Estocolmo anunciou 3-10-2022: Nobel da Medicina atribuído a Svante Pääbo, paleogeneticista 04 Outubro 2022

O Prémio Nobel da Medicina 2022 galardoou, esta segunda-feira, o trabalho de décadas que conduziu a "descobertas sobre os genomas de hominídeos extintos e a evolução humana", por Svante Pääbo, de 67 anos. O sueco, biólogo especializado em genética evolucionária, conseguiu "o impossível": sequenciar o genoma do Neandertal, um hominídeo que se extinguiu há 40 mil anos.

Estocolmo anunciou 3-10-2022:  Nobel da Medicina atribuído a Svante Pääbo, paleogeneticista

O trabalho do paleogeneticista ajudado por colegas foi extrair desses ossos do hominídeo extinto o genoma. Seguiu-se a sua sequenciação, tida pela ciência como uma "missão impossível".

"Pela primeira vez, tivemos acesso à sequenciação de um parente extinto", segundo o júri reunido em Estocolmo.

Parente? O Neanderthal é tido como uma espécie exclusiva da Eurásia, onde teria chegado entre há 400 mil e 70 mil anos. Teria evoluído a partir de um ancestral africano donde também derivou o homo sapiens, o ancestral de todos os atuais humanos.

Biografia: Svante é filho do bioquímico sueco Sune Bergström e de Karin Pääbo, engenheira química.

O filho seguiu, pois, as pisadas do pai, de duas maneiras notáveis já que Sune Bergstrom (1919-2005) foi distinguido com o Prémio Nobel da Medicina, em 1982.

Fontes: site do Nobel.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project