DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Euro’21: "Peço desculpa por ter falhado o golo, mas nunca por ser quem sou", diz Marcus Rashford ícone benemérito 21 Julho 2021

Até à infausta noite de domingo, 11, poucos fora da Inglaterra conheciam este atacante do Manchester United. Mas dez dias após esse golo que destruiu os 55 anos de esperança dos adeptos da seleção inglesa, o mundo descobriu que o futebolista Marcus Rashford, de 23 anos, é uma personalidade com um lugar ímpar no coração dos britânicos. A tal ponto que muitos o querem como contrapoder ante Boris Johnson.

Euro’21:

Falhou o golo decisivo da final do Euro que fez a Itália campeã. Seguiram-se "os insultos racistas [...] que eletrizaram o Reino Unido", escrevem os media da referência, em inglês e francês.

Calmamente Marcus respondeu: "Peço desculpa por ter falhado o penálti". E acrescentou: "Entretanto, nunca pedirei desculpa por ser quem sou ou por ter as origens que tenho."

No dia seguinte ao golo falhado, os murais de homenagem a Marcus apareceram pinchados de grafitis. Horas depois, os mesmos murais apareciam limpos e com palavras de apreço a Marcus e colegas da seleção por terem levado os ingleses até à final do Euro, a primeira vez em 55 anos.

Benemérito em ação

Marcus percebe-se, após uma ronda pelos media, é um ícone no reino. Lá onde mais detestam o primeiro-ministro conservador, ali é onde Marcus é mais admirado. A explicação está no que se passa desde fevereiro do ano passado, quando o governo decidiu instaurara o confinamento.

Em plena pandemia com o país confinado, o governo decide cortar as refeições grátis que até então se servia mesmo nas férias escolares para os mais desfavorecidos.

Marcus Rashford fica indignado: são 1,3 milhão de crianças que ficam sem essas refeições. Lança uma campanha nacional de sensibilização e de levantamento de fundos — dezenas de milhões de libras — para garantir que essas crianças vão continuar a ter pelo menos uma refeição completa por dia.

Marcus, garante quem o conhece, sabe bem o que é ter fome. A mãe desdobrava-se em dois turnos, para sustentar os cinco filhos. A trabalhar a dobrar, mesmo assim escasseava o pão e a mãe ficava sem comer, recorda o mais novo dos cinco, Marcus.

Uma petição lançada por Marcus e assinada por mais de um milhão de pessoas leva o chefe do governo a rever a sua decisão. Boris Johnson aumenta a verba destinada à ajuda alimentar em 220 milhões de libras para o inverno de 2020-21.

A campanha de Marcus Rashford vira-se para as famílias atormentadas pela pandemia. Consegue sensibilizar as grandes cadeias de supermercados para oferecerem alimentos aos mais carenciados.

Marcus ’Personalidade do Ano’, nobilitado

A BBC elege-o ’Personalidade Desportiva do Ano. A Rainha nobilita-o com a medalha MBE-Membro do Império Britânico.
A sua popularidade ficou comprovada no dia seguinte à derrota no Euro. O mural que o município de Manchester lhe erigiu foi vandalizado, mas horas depois mais de cem pessoas foram recuperá-lo e inscreveram mensagens de apoio a Marcus.

Fontes: BBC/L’Express/Le Figaro. Fotos: Marcus Rashford, Jadon Sancho et Bukayo Saka: três jogadores da seleção inglesa que foram alvo de "tiradas racistas" após falharem o golo nos penáltis da final do Euro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project