INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Europa condena violência e transmite apoio a Lula da Silva 09 Janeiro 2023

A presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, afirmou-se hoje “profundamente preocupada” com a violência em Brasília, onde apoiantes do ex-presidente Jair Bolsonaro invadiram sedes dos poderes, e defendeu que “a democracia deve ser sempre respeitada”.

Europa condena violência e transmite apoio a Lula da Silva

“Profundamente preocupada com o que está a acontecer no #Brasil. A Democracia deve ser sempre respeitada”, afirmou hoje Roberta Metsola, numa publicação na rede social Twitter.

A líder afirma que o Parlamento Europeu “está ao lado do Governo” do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e “de todas as instituições legitima e democraticamente eleitas”.

Por seu lado, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, expressou hoje a sua "condenação absoluta" do "ataque às instituições democráticas" no Brasil e transmitiu o “total apoio” do bloco ao Presidente Lula da Silva, que tomou posse há uma semana, após a vitória na segunda volta das eleições presidenciais, em 30 de outubro, sobre Jair Bolsonaro, que procurava a reeleição para um segundo mandato.

Também no Twitter, Michel recordou que Lula foi eleito "democraticamente", em eleições que foram "justas e livres", ao contrário do que o ex-presidente Jair Bolsonaro defendeu durante estes meses.

Por sua parte, o alto representante da União Europeia para a Política Externa, Josep Borrell, expressou o seu "desânimo" perante as "ações violentas e ocupação ilegal" de instituições por milhares de "extremistas".

"A democracia brasileira prevalecerá sobre a violência e o extremismo", sublinhou, no Twitter.

Também o Presidente francês, Emmanuel Macron, recorreu à mesma rede para defender que “a vontade do povo brasileiro e as instituições democráticas devem ser respeitadas!”.

Lula da Silva, acrescentou o líder francês, “pode contar com o apoio incondicional da França”.

O chefe do Governo espanhol, Pedro Sánchez, também transmitiu no Twitter “todo” o seu “apoio” ao chefe de Estado brasileiro e “às instituições eleitas livre e democraticamente pelo povo brasileiro”.

“Condenamos veementemente o assalto ao Congresso do Brasil e pedimos o regresso imediato à normalidade democrática”, referiu ainda o primeiro-ministro espanhol.

O Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, decretou hoje a intervenção federal na área de Segurança Pública de Brasília e disse que todos os responsáveis pelas invasões das sedes dos poderes executivo, legislativo e judiciário serão punidos.

Centenas de apoiantes do ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro invadiram e vandalizaram hoje o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF), sedes do poder legislativo, executivo e judiciário, numa manifestação em que pedem uma intervenção militar para derrubar o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, uma semana após a sua tomada de posse.

Os manifestantes avançaram e furaram as barreiras montadas pela polícia, com imagens dos invasores dentro do salão verde do Congresso, dentro e fora do Palácio do Planalto e do Supremo Tribunal Federal (STF), a serem divulgadas nas redes sociais A polícia brasileira usou gás lacrimogéneo para tentar, sem sucesso, travar os manifestantes. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project