NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Câmara da Praia:Ex-funcionária acusada de 26 crimes de burla envolvendo táxis 11 Agosto 2019

Surge mais um noticia ruim que está a beliscar a gestão da Câmara da Praia. É que o Ministério Público acaba de acusar uma ex-funcionária da Autarquia por 26 crimes de burla e falsificação de documentos, «num caso que envolvia ilegalidades no licenciamento de serviços de táxi naquele município».

Câmara da Praia:Ex-funcionária  acusada de 26 crimes de burla envolvendo táxis

Em comunicado citada pela Lusa, o Ministério Público refere que na origem deste processo esteve uma denúncia dando conta de factos, ocorridos entre janeiro de 2015 a fevereiro de 2017, "suscetíveis de indiciarem a existência de ilícitos criminais praticados no âmbito do licenciamento da atividade de transporte em táxi no município da Praia".

Concluídas as diligências, o Ministério Público refere que no dia 26 de julho determinou o encerramento da instrução, deduziu acusação e requereu julgamento contra a ex-funcionária da autarquia e uma pessoa próxima, bem como contra uma empresa que não especificou o nome.

O comunicado acrescenta que à mulher, de 36 anos e que à data dos factos trabalhava na Direção de Cobrança Coerciva da Câmara Municipal da Praia e no Serviço de Licenciamento de Táxis da autarquia, foi imputada a prática de 26 crimes de falsificação de documentos em autoria material e em concurso real efetivo com 26 crimes de burla qualificada.

O Ministério Público imputa os mesmos crimes ao homem, de 46 anos e que “à data dos factos mantinha relações de afetividade com a arguida”, bem como contra a sociedade unipessoal criada por ambos, conclui a Lusa, citando o MP.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project