LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Moçambique: Ex-ministro e antigo presidente das LAM acusados de corrupção 10 Janeiro 2018

O Ministério Público de Moçambique remeteu, esta terça-feira, 09, ao Tribunal o processo em que acusa o antigo ministro dos Transportes e Comunicações Paulo Zucula e o antigo presidente das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), José Viegas, de corrupção.

Moçambique: Ex-ministro e antigo presidente das LAM acusados de corrupção

Em comunicado enviado à Lusa, o Gabinete Central de Combate à Corrupção (GCCC), que exerce a função de Ministério Público nos casos de corrupção em Moçambique, refere que no processo que remeteu esta terça-feira ao tribunal está também acusado Mateus Zimba, ex-gestor da empresa norte-americana General Electrics em Moçambique.

"O processo, com três arguidos em liberdade provisória, mediante pagamento de caução, foi remetido ao Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, no dia 09 de Janeiro de 2018, para actos subsequentes", lê-se na nota do GCCC.

Finda a instrução preparatória, prossegue o comunicado, os arguidos foram acusados pela prática dos crimes participação económica em negócios e branqueamento de capitais.

Esta mesma nota diz que o GCCC assinala que o processo resulta de uma investigação a factos relacionados com pagamentos indevidos por parte da fabricante brasileira Embraer, a favor de alguns gestores da LAM e altos funcionários do Estado moçambicano, no processo de compra e venda de duas aeronaves Embraer 190, entre os anos de 2008 e 2009.

No entanto, a justiça moçambicana decidiu investigar o caso após surgirem notícias referindo que os três arguidos terão recebido 800 mil dólares (670 mil euros) como contrapartida pela compra das LAM de duas aeronaves à fabricante brasileira Embraer, refere GI, citando fontes locais.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project