ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Exclusivo: Tribunal angolano arresta contas bancárias e participações de Isabel dos Santos 30 Dezembro 2019

A decisão judicial, pedida pelo Estado angolano, a que o Jornal Económico teve acesso indica que está em causa a não devolução de um financiamento que a Sonangol tinha constituído para pagar a entrada da Exem — cujos beneficiários são a empresária e o marido — no grupo Amorim e, indiretamente, na portuguesa Galp Energia.

Exclusivo: Tribunal angolano arresta contas bancárias e participações de Isabel dos Santos

A justiça angolana vai arrestar bens de Isabel dos Santos, incluindo contas bancárias e participações em várias empresas angolanas. A decisão judicial, pedida pelo Estado angolano, a que o Jornal Económico teve acesso indica que está em causa a não devolução de um financiamento que a Sonangol tinha constituído para pagar a entrada da Exem — cujos beneficiários são a empresária e o marido — no grupo Amorim e, indiretamente, na portuguesa Galp Energia.

“O Estado Angolano, neste ato representado pelo Ministério Público junto do Serviço Nacional de Recuperação de Activos, veio requerer a providência cautelar de arresto contra Isabel José dos Santos e seu esposo Sindika Dokolo”, refere o despacho de sentença emitido pelo Tribunal Provincial de Luanda e assinado a 23 de dezembro.

O arresto abrange contas bancárias no BFA, BIC e BAI e BE, participações de 25% no Banco Internacional de Crédito, por intermédio da SAR- Sociedade de Participações Financeiras, 17% do BIC por intermédio da Finisantoro Holding, 51% do Banco de Fomento Angola através da Unitel, 25% da Unitel, 99,5% da ZAP Midia através da Finstar, 100% da empresa Finstar, na Cimangola, 97% da Condis Sociedade de Distribuição de Angola, entre outras. Fonte: Jornal Economico (Em exclusivo).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project