SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

FAO lança plano de acão “Praia Cidade Verde” 03 Julho 2021

Para desencadear as ações transformadoras e tornar as cidades mais verdes, limpas, resilientes e regenerativas, a FAO lançou durante a 75.ª sessão da Assembleia-Geral da ONU, a 18 de setembro de 2020, a Iniciativa e Plano de Ação “Cidades Verdes” (Green Cities). O arranque da iniciativa da FAO “Cidades Verdes” aconteceu com a inauguração de um mural trazendo a floresta para o meio urbano através de uma ação street art no centro da comunidade de Achada Grande Frente, no dia 1 de julho.

FAO lança plano de acão “Praia Cidade Verde”

Conforme uma nota remetida ao nosso diário de notícias, o objetivo desta iniciativa, é melhorar o bem-estar dos moradores das cidades através do aumento da disponibilidade e acesso a produtos e serviços prestados pela agricultura urbana e periurbana sustentável, silvicultura e sistemas alimentares. Será implementado em áreas metropolitanas, cidades médias e pequenas de países em desenvolvimento – com o objetivo de chegar a 1000 cidades até 2030.

A cidade da Praia é uma das seleccionadas para beneficiar das primeiras acções das “Cidades Verdes”, sendo que a 21 de Junho de 2021, o Director-geral da FAO e o Presidente da Câmara Municipal da Praia assinaram o compromisso da organização em acompanhar a cidade no seu programa "greening", combinado com a melhoria dos meios de subsistência.

Conforme a mesma nota, a Delegação da União Europeia em Cabo Verde, através do projeto REFLOR-CV (Reforço da capacidade de adaptação e resiliência no setor florestal em Cabo Verde), junta-se à FAO para apoiar o programa municipal. A promoção da floresta urbana é um dos resultados esperados do projecto REFLOR-CV desde a sua alteração no ano passado.

O projecto que surgiu no bairro de Achada Grande Frente, visa proporcionar acessibilidade a um local abandonado, que está a receber todo o tipo de lixo numa zona densamente habitada, dar nova vida à zona em redor do porto, facilitar o trânsito entre a Achada Grande Frente e o porto, melhorar a drenagem da água desde o planalto até à parte inferior da área, reflorestar o planalto superior da área e dos lados da encosta e ainda pretende criar uma área de entretenimento para crianças.

A duração é de 4 meses, terminando a 30 de Setembro de 2021 para a construção e a plantação. O acompanhamento e a sensibilização serão atividades que terão continuidade pela Associação Pilorinhu e pela Câmara Municipal da Praia. O montante estimado é de quase 10 milhões ECV.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project