ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

FMI piora projeções de recessão este ano de 3% para 4,9% 25 Junho 2020

O relatório do FMI-Fundo Monetário Internacional divulgado hoje (quarta-feira, 24) revê em baixa as previsões que em abril apontara para a economia a nível global.

FMI piora projeções de recessão este ano de 3% para 4,9%

"A pandemia de Covid-19 teve um impacto mais negativo na atividade [económica] na primeira metade de 2020 do que o antecipado, e projeta-se que a recuperação seja mais gradual" do que o previsto.

Projeta-se para 2021 também menos 0,4 pontos percentuais que nas previsões de há três meses. "O crescimento mundial está projetado nos 5,4%", lê-se na atualização das Perspetivas Económicas Mundiais, no website da instituição liderada pela economista búlgara Kristalina Georgieva.

O relatório do organismo sediado na capital americana destaca que "o impacto em famílias de baixos rendimentos é mais intenso" porque compromete "o progresso significativo feito na redução da pobreza extrema no mundo desde os anos 1990".

Consumo privado fraco

"As projeções de consumo privado mais fraco refletem uma combinação de um grande choque adverso na procura agregada".

O comércio mundial "sofrerá uma contração profunda este ano, de 11,9%, refletindo consideravelmente o enfraquecimento da procura devido ao distanciamento social e confinamento, bem como um aumento das poupanças".

Também "o investimento deverá ser moderado, dado que as empresas adiam as despesas de capital, devido à maior incerteza", aponta o FMI.

No próximo ano, "espera-se um gradual fortalecimento do consumo (…) e também que o investimento cresça, mas permaneça moderado". Prevê-se, ademais, que o PIB mundial deverá exceder o de 2019.

O referido estudo ressalva todavia a incerteza deste momento —em que ainda não há dados completos do semestre —, pelo que as previsões têm de ser perspetivadas no seu contexto que depende "da profundidade da contração no segundo trimestre de 2020".

2021

Para o próximo ano, "a taxa de crescimento das economias avançadas deverá fortalecer-se para 4,8%". O PIB de 2021 nesse grupo de países ficará " 4% abaixo do nível de 2019”.

Nas economias em desenvolvimento, a queda em 2020 é agora projetada pelo FMI como devendo ser de 3%, "dois pontos percentuais abaixo das Perspetivas Económicas Mundiais de abril",

Recessão de 1% nos países mais pobres

Enquanto a atualização das Perspetivas Económicas Mundiais indica que a recessão nos países de baixos rendimentos se situará este ano em 1%, para o grupo das economias avançadas a estimativa é de 8% neste 2020.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project