POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

JPAI denuncia atrasos no pagamento de subsídios aos estagiários do IEFP a nível nacional 17 Novembro 2021

A Juventude do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (JPAI) denunciou, esta quarta-feira, 17, em São Filipe, na ilha do Fogo, o atraso no pagamento de cerca de três meses de subsídios aos estagiários do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

 JPAI denuncia atrasos no pagamento de subsídios aos estagiários do IEFP a nível nacional

Numa conferência de imprensa, o presidente da JPAI, Fidel Cardoso de Pina, disse que os estagiários do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) registam novamente atraso no pagamento dos respetivos subsídios e lembrou que esta é uma “situação reincidente”, tendo em conta que no passado recente registou-se atrasos no pagamento dos meses de Junho, Julho e Agosto.

“Neste momento fomos abordados por vários jovens, a nível nacional, a denunciar, novamente, o atraso no pagamento dos subsídios referentes aos meses de Setembro, Outubro e Novembro, tendo em conta que as folhas são entregues de 15 a 20 de cada mês, para processamento do referido subsídio”, argumentou Fidel Cardoso de Pina.

Segundo este jovem político, os estagiários estão “altamente desesperados, descontentes, preocupados e insatisfeitos” com esta situação, razão pela qual, contactaram a Juventude do PAICV para fazer esta denúncia, já que “existe algum medo de haver algum tipo de represália”.

Para Fidel, o país atravessa uma etapa em que os custos de vida “ascenção enormemente, com o aumento dos preços de energia, água, combustíveis, transportes e bens da primeira necessidade”, tendo por isso, apelado ao Primeiro-ministro para interceder junto da estrutura do IEFP e resolver esta “situação difícil” para estes jovens.

“O país continua a enfrentar uma crise económica e social e as famílias de vários deles perderam os seus rendimentos”, advogou.

A mesma fonte lembrou que se está perante um “Governo despesista, obeso e omisso”, e defende que “já é altura do chefe do governo pensar numa remodelação governamental para reduzir os custos da máquina do Estado, salientando que na campanha prometeu “um caminho seguro” e que a sua organização está tão somente, a exigir que se cumpra com a sua responsabilidade, mormente no pagamento dos subsídios em atraso aos estagiários.

“Os jovens estão em situação de indignidade”, referiu Fidel Cardoso de Pina, observando que o subsídio que não é “significativamente alto” quando não for pago atempadamente torna a situação dos estagiários ainda pior.

A JPAI manifestou a sua solidariedade para com os estagiários e pela situação que vivem e apelou ao Primeiro-ministro para interceder, o quanto antes, para a sua resolução, sublinhando que o pagamento é feito mensalmente e que, neste momento, há um atraso de três meses. Asemana c/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project