Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fernando Delgado: Sem aeroporto ilha de Santo Antão “ficou para trás” em vários domínios 03 Outubro 2021

O candidato ao cargo de Presidente da República Fernando Delgado lamentou hoje que Santo Antão tenha “ficado para trás” no seu processo de desenvolvimento, devido à ausência de um aeroporto na ilha.

 Fernando Delgado: Sem aeroporto ilha de Santo Antão “ficou para trás” em vários domínios

O candidato, que entrou nesta corrida com lema “Um Presidente presente”, acompanhado de um grupo de apoiantes, levou hoje, segundo a Inforpress, os jornalistas que o acompanham à pista do desactivado aeródromo da Ponta do Sol, de onde declarou que as promessas de um novo aeroporto para a ilha “já duram há muito tempo e assim, ao que parece, vão continuar”.

Delgado especificou que a ilha de Santo Antão ficou para trás em vários domínios, desde logo o seu desenvolvimento no capítulo turístico, já que havia turistas que vinham directamente de outras ilhas para Santo Antão, e outros ainda que tinham traumas de andar no mar e vinham de avião.

“Como Presidente da República, com o poder de influência, através do diálogo e propostas, tentarei mostrar a importância do aeroporto para Santo Antão, não obstante a ilha estar próxima de São Vicente, com ligação diária via marítima”, precisou, por achar que o aeroporto irá trazer “uma grande vantagem” para a ilha.

Aliás, continuou, o desenvolvimento do turismo está directamente ligado ao aeroporto de Santo Antão, “prometido e que deve surgir” para dar “o empurrão” ao turismo de natureza, entre outros, que a ilha deve abraçar, para “estimular inclusive a oportunidade de novos negócios” e “diminuir o desemprego” na camada jovem.

Segundo ainda a Inforpress, antes de se deslocar à Ponta do Sol, o candidato fez uma volta pelas principais artérias da Povoação da Ribeira Grande, em dia de solenidade religiosa, com uma paragem à frente da Escola Secundária Suzete Delgado, onde fez os estudos secundárias, para, como disse, homenagear aqueles que o ajudaram a trilhar o seu caminho até os dias de hoje.

Alguns metros à frente, o diálogo agora é com uma senhora atarefada na arrumação de um arco com oferendas para a solenidade religiosa, e com Delgado a posicionar-se como homem do mar que agora, em terra, quer dar outro rumo a este barco [n.d.r. Cabo Verde].

“Tenha cuidado que este barco está pesado”, lançou a mulher ao candidato que, de pronto, respondeu que como jovem tem a força necessária para esse novo rumo.

“Vão com Deus e boa jornada”, desejou a mulher, que lá continuou a arrumar o arco com oferendas, sobretudo géneros alimentares, já que mais tarde será hora de arrematação.

Fernando Delgado fez ainda campanha eleitoral, hoje, na Ribeira da Torre e no Paul, refere a fonte deste jornal.

Para as eleições presidenciais do dia 17 de Outubro nos dois círculos eleitorais, nacional e estrangeiro, concorrem sete candidatos: Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro). Venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta para um segundo mandato, com 74% dos votos expressos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project