REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Festa às costas do Tua de Cabo Verde e Cahen à Cochinchina 02 Abril 2019

"1º de Abril!", a frase sacramental revela a mentira ao ’inocente’ apanhado. Mentira que pode ser tão simples como pedir a um ’inocente’ que vá ao lugar tal em busca de X (algo improvável). Pode envolver algo embaraçoso como um rabicho de corda pregado por menino rabino ao adulto engravatado que atravessa meia cidade assim ornamentado.

Festa às costas do Tua de Cabo Verde e Cahen à Cochinchina

Um rabo de burro que provoca risos em quem cruza com ele. Todas as ruas do centro da cidade percorridas. Até que uma alma caridosa passa e…”Olhe que você leva aí um rabo de burro”.

Quando é que em Cabo Verde se começa a pregar partidas do 1º de abril? Não há registos, mas muitas das brincadeiras de Carnaval assumem caraterísticas similares. Uma delas, a revelação de que é mentira. Outra, a de que tem de ser inofensiva e sentida como tal (‘…ninguém leva a mal’).

A literatura mostra que a mentira do primeiro de abril está em culturas distantes entre si. Tal significará que, provavelmente, não houve ab origine transmissão duma para a outra.

O que as une é o ciclo das estações: a primavera a suplantar o inverno. As festas religiosas da Roma antiga e clássica designadas ‘Hilaria’, em honra da ‘grande mãe’ Cibele, ocorriam no 25 de março – dia do ‘Equinox Vernal’ (Equinócio de Primavera) — e destacavam-se pelo seu caráter satírico.

A versão judaica é o Purim e comemora a salvação por Ester do povo escravizado no Império da Pérsia no século quarto a.C. A judia Ester conseguiu convencer o xá persa a não exterminar o povo judeu, como o seu primeiro-ministro lhe aconselhara. A salvação é relembrada em cada dia 21-22 de março, com as pessoas a mascararem-se e a pregar partidas umas às outras.

As festas em honra de Holi, a deusa hindu da primavera e do amor (foto), tornaram-se parte do cartaz turístico da Índia, sob a forma de “Festa das Cores”. Também de outros países que seguem o hinduismo como o Nepal…

Há alguns anos, antes da era digital que acelerou tudo, os diários estampavam nesse dia o "1º de abril" que tinham preparado — por vezes até em consórcio com outros títulos para dar mais credibilidade a essa notícia que vinha na primeira página.

Festa às cu(o)stas dum distraído Tua, esteja ele onde estiver — de Cabo Verde e Cahen à Cochinchina.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project