RADAR

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Figa canhota -I 17 Julho 2019

O país tem que fazer figa canhota perante o surgimento de atos de vandalismos – casos de assaltos à sede do maior partido da oposição. É que, segundo alertam leitores do Radar, ninguém tem saudades da década de 90 que ficou conhecida com ações de quebra santos, que culminou com a perseguição de alguns cidadãos, principalmente o Grupo de São Domingos e de alguns crentes da Igreja de Adventista do 7º Dia. Estes cidadãos passaram por um calvário durante alguns anos. E têm toda toda a razão em exigir do Estado a reparação dos danos morais e materiais causados com a medida, inclusive de uma pensão de sobrevivência como aconteceu com os alegados torturados do regime de partido único! É uma reivindicação justa!

Figa canhota -I

Figa Canhota-II

Não fosse o jornal A Semana que divulgou uma série de informações sobre a falsa acusação montada, os ditos cidadãos poderiam parar à cadeia. Como alertou um admirador do Radar, coincidência ou não, é só quando que o MpD está no poder que acontecem esses casos de assaltos a lugares sagrados ou que evolve oposição ou pessoas próximas a ela. Para já, segundo informações chegadas ao Radar, a líder do maior partido da oposição deve requerer a protecção pessoal necessária, como manda a lei! Mas deve continuar firme, sem medo e merecer toda a solidariedade dos cabo-verdianos, princplamente dos militantes e amigos do partido! Conforme alertam, Janira Hopffer Almada tem que continuar a fiscalizar o que não vai bem com este governo do MpD. Psiu, Radar está de oi na melon!

Vaias entram na moda

Como aconteceu recentemente no aeródromo da Preguiça contra o Edil do Tarrafal de São Nicolau, agora é vaia que está a entrar na moda, segundo escreveu com humor um mindelense para Radar. O dito cujo avisou que, depois da grande manifestaçao de 05 de Julho promovida pelo Sokols 2017, os são-vicentinos estão atentos perante a passível chegada à ilha de uma caravana governamental, chefiada pelo Primeiro-ministro. Porque de promessas não cumpridas estão fartos, alertam que a partir de agora podem também recorrer a vias aos governantes, com assobios, apitos, entre outras formas de protestos. É que «cau sta» mau em todas as ilhas! O Recado está dado.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project