REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Filipinas: 6000 vivem no cemitério da capital entre túmulos 15 Maio 2019

A penúria de alojamento em Manila — a capital com a maior densidade mundial — levou seis mil pessoas a virar para o cemitério, que lhes dá abrigo – em segurança. A solução de emergência para pessoas deslocadas começou nos anos de 1950 e, mais de sessenta anos depois, duas, três gerações coabitam vivas no cemitério.

A região metropolitana de Manila conta três milhões de pessoas sem casa, o que faz dela uma triste campeã mundial de sem-abrigos.

Numa área de pouco mais de 40 km2 [mais pequena que a Brava], Manila aloja treze milhões de pessoas, o que faz dela a cidade com mais elevada densidade populacional.

São mais de 40 mil habitantes por quilómetro quadrado, sem contar com mais de um milhão de turistas por ano na hiperpopulosa cidade portuária.

O dinamismo da cidade atrai e explica que a capital planeada para oitocentas mil pessoas tenha crescido tanto, a ponto de levar ao surgimento de um bairro no Cemitério Norte de Manila.

Há pois duas, três gerações de pessoas nascidas no cemitério, que como qualquer outro bairro começa a ter infraestruturas como lojas de miudezas, áreas de lazer com televisões e ar condicionado.

Fontes: AP/Der Spiegel

Os artigos mais recentes

17 Jul. 2019
RADAR
Figa canhota -I
16 Jul. 2019
Publicidade
Nice Kriola

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project