SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo: Agente da PN supostamente envolvido na morte da esposa transferido para esquadra de São Filipe por prevenção – Comando 13 Dezembro 2021

O agente da segunda classe da Polícia Nacional (PN), envolvido no incidente registado na manhã de hoje nos Mosteiros e que resultou na morte da esposa do mesmo, foi transferido para a esquadra de São Filipe.

Fogo: Agente da PN supostamente envolvido na morte da esposa transferido para esquadra de São Filipe por prevenção – Comando

O comandante regional da Polícia Nacional (PN), o comissário Herminio da Veiga, disse à Inforpress que o Comando tomou esta decisão por uma questão de prevenção, salientando que durante o período que esteve no terreno não sentiu que algo poderia acontecer, mas que por mera prevenção, e, por se tratar de um meio pequeno, o agente foi colocado numa outra unidade, neste caso, a esquadra de São Filipe.

O agente será apresentado oportunamente às autoridades judiciais de Mosteiros, dentro do prazo de 48 horas, tendo em conta que o suposto crime ocorreu naquele município onde residiam, a vítima e o suposto agressor, que coabitavam o mesmo espaço, já que contraíram casamento há cerca de um ano.

As informações preliminares, segundo Herminio da Veiga, indicam que por volta das 09:30 de sábado, na sequência de um desentendimento familiar, envolvendo um agente de segunda classe, recém-formado e com quatro a cinco anos de serviço, terá disparado a arma de fogo de serviço, no interior da residência, que acabou atingir a sua esposa.

Segundo o comandante regional, pelas informações recolhidas, a vítima acabou por falecer no local. A Polícia Nacional ao chegar ao local, Queimada Trás (perto da escola secundária), acrescentou, deparou com o agente, que foi detido e a sua arma de fogo de serviço recolhida. O mesmo foi encaminhado para a esquadra dos Mosteiros.

Depois de cumprida as legalidades por parte das autoridades, o corpo foi recolhido e encaminhado para centro de Saúde de Mosteiros, aguardando por mais procedimentos, neste caso autópsia, para determinar a causa da morte.

Nas redes sociais circulam informações que apontam para três disparos, mas o comandante regional, avançou que “neste momento é prematuro falar em número de disparos tendo em conta que a ocorrência aconteceu dentro da residência”, sublinhando que embora já se fez o exame preliminar, é prematuro adiantar com número de disparos, o que será feito na altura própria.

Hermínio da Veiga aproveitou para endereçar palavras de conforto e sentidas condolências à família da vítima, que deixou filhos que residem nos Estados Unidos, por parte da Polícia Nacional e em nome do Comando Regional do Fogo.

Com relação ao agente, o comissário disse que antes do incidente o Comando da PN não tinha recebido nenhuma denúncia ou queixa contra o mesmo, por parte da vítima ou de outras pessoas, não existindo nada em desabono contra ele na instituição que trabalha.

Herminio da Veiga chama atenção das pessoas, sobretudo neste período da festa, para evitar comportamentos como esta ocorrência que envolveu um agente da PN.

“Apelamos para que as pessoas tenham controle emocional e gestão familiar”, disse a mesma fonte, indicando que são situações que têm a ver com o comportamento e ultrapassam a própria PN e outras autoridades.

Segundo o comandante regional, é necessária uma reflexão profunda sobre esta problemática que tem estado a acontecer a nível nacional e sobre gestão emocional e familiar entre outras situações. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project