AMBIENTE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo: Câmara de São Filipe inscreveu mais de 15 mil contos no seu orçamento para requalificação da atual lixeira 04 Janeiro 2022

A Câmara Municipal de São Filipe inscreveu no seu orçamento para 2022 uma verba de 15.600 contos para a requalificação da atual lixeira municipal e a sua transformação num viveiro municipal.

Fogo: Câmara de São Filipe inscreveu mais de 15 mil contos no seu orçamento para requalificação da atual lixeira

O projeto, cuja ficha encontra-se anexada aos instrumentos de gestão para 2022, nomeadamente plano de atividades e orçamento, visa requalificar toda a área circundante à atual lixeira municipal, dando-o “maior atratividade” e tornando-o num “verdadeiro pulmão verde” da cidade.

Será criado ali um viveiro municipal que produzirá plantas ornamentais, endémicas e flores para o uso municipal, melhorando a saúde ambiental e pública.

Após a selagem da lixeira, que deverá ocorrer ainda neste trimestre em curso, será efetuada uma limpeza e a requalificação de toda a área envolvente da lixeira atual.

O acesso ao futuro aterro controlado, financiado pelo Governo, através da Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANAS) e Fundo do Ambiente, e pelas câmaras municipais da ilha, está a avançar, faltado neste momento a sua pavimentação. Com isso, segundo a ficha do projeto, esta área terá uma “melhor imagem e aproveitamento” para se tornar num verdadeiro centro de produção de plantas para o uso municipal.

A criação do viveiro municipal é um dos objetivos deste projeto, que visa ainda aumentar espaços verdes no município, a questão de mudanças climáticas e formar jardineiros em novas técnicas, além da limpeza e requalificação de toda área envolvente à atual lixeira e dos acessos, desde hospital até o futuro viveiro.
A requalificação ambiental da lixeira e a criação de viveiro conta com financiamento da própria autarquia.

Ainda ligado ao sector do ambiente, mais especificamente ao projeto de aterro controlado intermunicipal, situado a sul do perímetro de Monte Genebra, a autarquia inscreveu no orçamento para 2022 uma verba de 21.600 contos para aquisição de equipamento de compactação de resíduos sólidos urbanos.

De acordo com a ficha do projeto, trata-se de aquisição de equipamentos de suporte para a operacionalização do novo aterro controlado de São Filipe com o intuito de reforçar o serviço de saneamento municipal. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project