ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo: Com primeira fase concluída aterro controlado intermunicipal inaugurado nos próximos dias – gestor 27 Junho 2022

As obras da construção da primeira fase do aterro controlado intermunicipal, iniciadas em Dezembro de 2021, estão concluídas e a sua inauguração deverá ocorrer nos próximos dias.

Fogo: Com primeira fase concluída aterro controlado intermunicipal inaugurado nos próximos dias – gestor

Segundo o gestor da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), João Domingos Barbosa, a inauguração está a depender apenas da agenda do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, convidado pela Associação dos Municípios dos Fogo e da Brava para presidir ao acto.

“Neste momento estamos em condições de inaugurar a primeira fase e desactivar a lixeira a céu aberto de Cutelo de Açúcar que funciona a menos de 300 metros do hospital regional São Francisco de Assis e de uma unidade hoteleira”, admitiu João Domingos.

A primeira fase, segundo o mesmo, consistiu na vedação de espaço de aterro, construção da casa de controlo, estrada de acesso com mais de 600 metros, incluindo a construção de uma passagem hidráulica (ph).

Ou seja, continuou, 99 por cento (%) da obra de aterro está concluída, faltando a segunda fase que é aquisição de máquinas que vão ali operar.

O prazo para a conclusão da obra é de um ano a contar a partir de Dezembro de 2021 e, por isso, ainda está dentro do prazo, pelo que o gestor da ADR prevê que a segunda fase, de aquisição de máquinas e trabalhos da desactivação de lixeira, vai ser concluída neste intervalo de tempo.

Além da desactivação da lixeira municipal de São Filipe, prevê-se também a melhoria do troço de estrada entre o hospital regional e a praia balnear de Nossa Senhora da Encarnação e a retirada e cobertura do lixo, entre outros.

A construção do aterro intermunicipal controlado é para servir os três municípios da ilha, está localizado a sul do perímetro irrigado de Monte Genebra, no município de São Filipe, e contou com o financiamento do Governo, através do protocolo celebrado com a Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANAS) e Fundo do Ambiente, e representa um investimento de 40 mil contos.

Esta infra-estrutura foi desenhada para receber os resíduos sólidos urbanos dos três municípios para um período de dez a 15 anos, mas o gestor da ADR avançou que todo o espaço disponível para colocar o lixo servirá para os próximos 30 a 40 anos.

O aterro controlado intermunicipal ocupa uma área de quatro mil metros quadrados e com possibilidade de extensão para seis e mesmo para a sua duplicação.

O aterro controlado intermunicipal engloba ainda a aquisição de terreno para infraestrutura, ligação de água e energia ao local, construção de trincheiras para descarga de resíduos e de drenagem, impermeabilização de drenagem dos resíduos, vedação e portaria, cortina de protecção, equipamentos de controlo e de gestão, de entre outras. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project