CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo: Conversa aberta sobre a moda marcou início da Semana da Moda organizada pela câmara de São Filipe 15 Mar�o 2023

Uma conversa aberta entre a estilista Helena Varela e um grupo de jovens, estudantes e alfaiates, realizada na tarde de terça-feira, 14, marcou o início da primeira edição da Semana da Moda em São Filipe.

Fogo: Conversa aberta sobre a moda marcou início da Semana da Moda organizada pela câmara de São Filipe

A Semana da Moda enquadra-se no programa comemorativo do “Março, mês da mulher”, promovido pela Câmara Municipal de São Filipe no quadro do protocolo existente entre a autarquia de São Filipe e o Ateliê Beto Diogo.

A vereadora pela área da Cultura, Lia Barbosa, disse que esta actividade surgiu no âmbito da elaboração das actividades culturais para do plano de actividades de 2023 que contempla um conjunto de acções, que inclui a Semana da Moda, sublinhando que esta acção terá uma segunda edição por ocasião de “São Filipe, Semana d´Arte”, calendarizado para 01 a 07 de Novembro.

Além da conversa aberta, que contou com a presença da estilista Helena Varela e da segunda dama do concurso Miss Cabo Verde, para hoje realiza-se um desfile espontâneo pelas principais ruas da cidade de São Filipe, com trajes e roupas da estilista, assim como um workshop sobre a moda, que culminará com uma exposição que decorrerá de 20 a 30 de Março no centro Sete Sóis Sete Luas.

Além da Semana da Moda, no quadro da programação de “Março, mês da mulher” e com participação do Ateliê Beto Diogo, serão realizadas outras actividades, nomeadamente a comemoração do dia do artesão, 19 de Março, com a realização de um workshop sobre “brand e técnicas de exposição”, uma conversa aberta com os artesãos à volta de “empreendedorismo através da arte”, reciclagem da formação de artes em cabedal.

A estilista Helena Varela, que participa no evento através da parceria entre Ateliê Beto Diogo e a câmara de São Filipe, disse que é a primeira vez que traz seus produtos à ilha no quadro da Semana da Moda, sublinhando que a conversa aberta foi para falar da moda, no seu todo, e de Cabo Verde, em especial, para despertar as pessoas a criarem os seus próprios produtos, usando tecido nacional (pano terra) e importado.

“A conversa aberta com jovens é para despertá-los para o mundo da arte”, disse a estilista, defendendo que para a criação da moda cabo-verdiana é necessário basear-se naquilo que existe e provocar mudança.

Helena Varela referiu que é preciso usar a criatividade e com o material existente ou importado criar o estilo próprio, sublinhando que no caso dela, usa a técnica diferente de fazer corte para dar sentido e estilo à sua roupa.

“Moda é um estado de espírito em que colocamos a nossa vivencia”, disse Helena Varela que promete com o desfile aberto e com workshop interagir com as pessoas e despertar os jovens para arte no sentido amplo, encorajando-os a acordar e criar os seus próprios estilos.

A Semanna com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project