Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo: Depois de Hélio Sanches, candidato Casimiro de Pina chega à ilha para campanha 12 Outubro 2021

O candidato às presidenciais de 17 de Outubro, Casimiro de Pina, o único que é natural da ilha do Fogo, chega, na tarde desta terça-feira ao seu torrão natal para iniciar a sua campanha, um dia depois do outro candidato, Hélio Sanches, ter também desembarcado na ilha para contatar o eleitorado local – todos são conhecidos, antes de se lançarem na corrida ao Palácio do Platô, como militantes e dirigentes do MpD.

Fogo: Depois de Hélio Sanches, candidato Casimiro de Pina chega à ilha para campanha

A informação relacionada com a deslocação de Casimiro de Pina ao Fogo foi avançada ao jornal pelo mandatário para o município de São Filipe, Kéned Ribeiro Cabral. Este limitou a indicar que, depois de ter estado esta segunda-feira em camapnha na cidade Velha (ver foto) o mesmo chega por volta das 16:00 horas à ilha do vulcão - prescindiu de avançar o resto da programação do candidato ao nível dos três concelhos do Fogo.

Já o candidato Hélio Sanches, que chegou esta segunda-feira à ilha, foi acolhido no aeródromo local com batucada por um grupo de apoiantes, tendo passado depois pelo centro da cidade de São Filipe, antes de efectuar uma volta à ilha, com deslocação, primeiro aos Mosteiros e, depois à Santa Catarina do Fogo.

O candidato manifestou que traz uma mensagem de esperança, solidariedade e de confiança para um futuro melhor e que sendo eleito PR no dia 17 de outubro, os foguenses podem contar com ele para ajudar a ultrapassar algumas situações que afecta a população, sobretudo a juventude.

“Serei um Presidente solidário e disponível para ajudá-los a resolver os seus problemas, porque Fogo é uma ilha agrícola e que neste momento está a passar por dificuldades”, declarou Hélio Sanches que deixa a garantia de que será o presidente de todos, independentemente da opção político-partidária e com a missão de unir os cabo-verdianos.

Sanches voltou a criticar as candidaturas de José Maria Neves e de Carlos Veiga, por considerar que esbaterem a esbanjar dinheiro, o que não é concebível num país como Cabo Verde que está a passar por situações difíceis.

À semelhança dos outros pontos do país por onde tem passado, o candidato privilegiou contacto directo com os eleitores, explicando as suas ideias e apelando para voto na sua candidatura que, no dizer do mesmo, é a que dá mais garantia aos eleitores.

Esta terça-feira, 12, Hélio Sanches tem programado uma deslocação à ilha Brava.

Já as candidaturas de José Maria Neves e Carlos Veiga, através dos vários núcleos criados nos três municípios, sequem a mesma estratégia de contactos personalizados, em simultâneo nos vários povoados e aldeias da ilha.

O staff da candidatura de José Maria Neves no município de São Filipe “atacou”, nesta segunda-feira, toda a zona norte alta, desde Velho Manuel até Campanas de Cima, passando por Domingos Ledo, Ribeira Filipe e Monte Preto, e, para esta terça-feira, vai desdobrar em contactos porta- a- porta em vários sítios, incluindo alguns bairros da cidade de São Filipe.

Enquanto isso, a estrutura de apoio à candidatura de Carlos Veiga, promoveu ação de campanha na localidade de Ponta Verde e arredores, uma zona tradicionalmente do Movimento para a Democracia (MpD) que apoia CV, para contatos porta-a-porta, com passagem pela localidade de Galinheiro, além do bairro de Terra Branca.

Esta terça-feira tem programado porta a porta no bairro de Santa Filomena e nas localidades de Patim e Jardim, devendo, no final do dia, realizar um comício no bairro de Cobom – São Filipe.

Quanto aos candidatos Fernando Rocha Delgado, Gilson Alves e Joaquim Monteiro não há nenhuma informação relativa à ação de campanha deles a nível da ilha do Fogo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project