ESPECIAIS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo/Dia do Município: Um dos cavalos apurados para final da prova do hipismo morreu 24 horas depois de se apurar 28 Abril 2022

Um dos cavalos apurados para a fase final da prova do hipismo, que se realiza na sexta-feira, morreu hoje, cerca de 24 horas após participar da corrida da primeira série.

Fogo/Dia do Município: Um dos cavalos apurados para final da prova do hipismo morreu 24 horas depois de se apurar

Segundo a Lusta, trata-se do cavalo “Foguete”, do proprietário Norberto Araújo (Fogo) um dos seis apurados para a final da prova.

O vereador do Desporto da Câmara Municipal de São Filipe, João José Canuto, assim como pessoal ligado ao tratamento deste cavalo, confirmaram a morte de Foguete, mas não avançaram as possíveis causas que originaram a morte do animal.

Além de “Foguete”, a informação recolhida pela Inforpress junto de elementos da comissão organizadora de corrida de cavalos indicando que outros três cavalos, de entre os quais “Vulcão”, do proprietário Cloves Teixeira (Fogo) e “Brazão”, de Clayton Alves (Fogo), igualmente apurados para a fase final estão com problemas.

Um dos membros da comissão de corrida de cavalos, que não quis ser identificado, disse que face a situação da morte de “Foguete” e a situação que se encontra “Vulcão” e “Brazão” a fase final da prova de hipismo poderá ficar comprometida.

“Foguete” e “Vulcão” pertenciam a primeira série da fase final juntamente com “Nimocis”, de Salomão Amado e “Brazão” a segunda série juntamente do “Badia” e “Airley”.

Este é um assunto que a Inforpress vai continuar a acompanhar, já que um dos elementos de apoio a este cavalo, contactado na tarde de hoje, não quis prestar declarações por não estar em condições de o fazer.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project