ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo: Mosteiros continua parcialmente isolado com a via de Sumbango impedida na sequência de desabamento de rochas 17 Junho 2018

O município dos Mosteiros continua parcialmente isolado, com o troço de estrada nacional EN1-FG01, de Sumbango, que liga o litoral a norte dos Mosteiros, e ao município de São Filipe, via norte, intransitável devido ao desabamento de rochas.

Fogo: Mosteiros continua parcialmente isolado com a via de Sumbango impedida na sequência de desabamento de rochas

Segundo a Inforpress, depois da queda de rochas na sexta-feira de manhã, no sábado voltou a registar-se a queda de pedras e outros materiais nesta via, ainda de madrugada e durante todo o dia, aumentando assim a quantidade de material a ser removido. O edil local, Carlos Fernandinho Teixeira, afirmiu que ainda não há uma previsão para a retoma da circulação neste troço.

O desabamento de sábado levou parte dos cabos de eletricidade e deixou o município durante várias horas sem energia elétrica, tendo a empresa de eletricidade, Electra, restabelecido o fornecimento de energia via sul, ao mesmo tempo que colocou uma equipa no terreno a reparar os estragos.

Revela a mesma fonte que parte de conduta de água para rega foi atingida e a dimensão do desabamento é tal que as autoridades estão preocupadas com as pessoas que moram a uma dezenas de metros mais abaixo.

O comandante regional do serviço de Proteção Civil, Edson Alfama, que se deslocou na sexta-feira e sábado ao local, disse que a questão de segurança está sendo equacionada com a presença de Policia Nacional, que está também a sensibilizar as pessoas para os cuidados na circulação nesta via e a utilização de caminhos alternativos.

O Presidente da Câmara dos Mosteiros defende a limpeza da parte a montante do troço, numa primeira fase e, posteriormente, equacionar as alternativas para a resolução da via e apontou algumas opções que podem passar pela construção de uma espécie de terraço ao longo da via.

O autarca lembrou que no quadro da construção da estrada circular do Fogo ou anel rodoviário como era conhecido, estava prevista a construção de um túnel de passagem para evitar que a queda das pedras pudessem deixar isolado o município, assim como um outro estudo feito pelo anterior Governo para resolver esta situação.

Este domingo ainda não era possível circular nesta via para a parte norte do município dos Mosteiros, sendo que a ligação entre Mosteiros e São Filipe vem sendo feito via sul, com passagem pelo município de Santa Catarina do Fogo, num troço cujo piso não se encontra nas melhores condições, refere a Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project