POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo: MpD diz todos os compromissos assumidos pelo partido com a ilha vão ser concretizados 02 Julho 2022

O presidente da Região Política do Fogo do MpD (situação), Filipe, Santos disse hoje em conferência de imprensa que “todos os compromissos assumidos com a ilha vão ser concretizados”.

Fogo: MpD diz todos os compromissos assumidos pelo partido com a ilha vão ser concretizados

Segundo a Inforpress, o MpD Fogo convocou a imprensa para “em nome da verdade” reagir conferência de imprensa dada pela CPR do PAICV na última sexta-feira, apontou a reabilitação do centro histórico, asfaltagens das artérias das zonas altas, estrada Chã das Caldeiras/Campanas de Cima, requalificação da orla marítima de Beco como as realizações concretizadas .

Da lista indicou ainda a requalificação e iluminação da pista de São Filipe, aterro controlado, resolução do problema de água para a rega na zona sul, execução de seis furos, conclusão e instalação de scanner no centro das pequenas encomendas e financiamento do Governo a 100 por cento (%) através do Fundo do Turismo para a requalificação do largo de Cruz dos Passos e praça de Presídio.

No dizer de Filipe Santos, a conferência da CPR do PAICV mais não foi do que um autorretrato do fraco desempenho da governação local, cujos compromissos de campanha ainda não foram sequer implementados.

“É público e notório que São Filipe está a ser governado por um presidente com fraca capacidade de realização, o pior de todos os tempos”, disse Filipe Santos, observando que antes de andar a falar mal do Governo quer o PAICV quer o presidente da Câmara de São Filipe deveriam ter “honestidade intelectual” e reconhecer que o governo transferiu cerca de 400 mil contos em 16 meses e que realizou 300 mil contos de empréstimos às escondidas.

“O presidente Nuías Silva anda a nadar num rio de dinheiro, graças às transferências do Governo para este município, mas não consegue criar emprego público, apoiar criadores e agricultores, a cidade está cada vez mais suja, não há investimentos”, referiu o presidente da Região Política do Fogo do MpD citado pela Inforpress.

Com relação às dívidas dos contratos programas, Filipe Santos esclareceu que o Governo tem estado a cumprir as suas obrigações nas transferências dos fundos para os municípios de Mosteiros e de São Filipe.

“O que está em dívida deve-se a não justificação dos valores recebidos para se poder desbloquear outras tranches”, destacou Filipe Santos, sublinhando que com o MpD os dois municípios passaram a ter mais recursos, mais parcerias e mais competências.

Conforme a mesma fonte, Filipe Santos aconselhou o PAICV local a incitar a câmara de São Filipe a elaborar fichas de projectos para poder desbloquear cerca de 70 mil contos que tem à sua disposição, há mais de dois anos, no Fundo do Ambiente, para execução do matadouro municipal, casa do agricultor e ambiente, requalificação da actual lixeira em viveiro municipal, acesso a casas de banho e água, construção de currais e projetos para o meio ambiente.

“Não adianta vir à comunicação social com lamúrias, quando não se consegue lançar mãos dos vários mecanismos que se tem à disposição para se promover o desenvolvimento da ilha”, referiu.

Sobre os atrasos na implementação das obras, Filipe Santos indicou que se devem a alguns contratempos, mas reafirmou que o governo suportado pelo MpD tem dado a devida atenção à ilha do Fogo e o processo do seu desenvolvimento, refere a fonte que vimos citando.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project