Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo: PAICV por maior onda amarela, MpD quer 3 deputados e UCID almeja ser alternativa 01 Abril 2021

Fogo: PAICV  por maior onda amarela, MpD quer 3 deputados e UCID almeja ser alternativa

Com as actividades de campanha suspensas esta quinta-feira santa e amanhã, sexta-feira paixão, as forças políticas concorrentes às legislativas no Fogo afinam estratégias para retomar, em força, as actividades a partir deste sábado, percorrendo a ilha para convencer o eleitorado a escolher uma das propostas de governação, em debate, no dia 18 de Abril.

A candidatura do PAICV priorizou, um pouco comedida, a fixação de cartazes e realização de porta-a-porta em Campanas de Cima, cancelando as demais actividades como alvorada, passeata e encontro com a população de Monte Tabor.

Eva Ortet, que lidera a lisa, explicou que a partir de sábado,03, a campanha entrará num rtimo mais forte, mas respeitando o distanciamento e todas as regras sanitárias, porque, segundo a mesma, “os políticos devem ser exemplos de como estar no terreno nesta fase crítica em que há aumento considerável de casos positivos”.

Apesar disso, "a expectativa é boa” para o PAICV, que conta obter um bom resultado nas legislativas e “amarelar a ilha”, na sequência da conquista da Câmara Municipal de São Filipe nas últimas eleioes autárquicas de 2020, recuperando integralmente este seu bastião que tinha perdido em 2016.

“Com a situação no terreno e a confiança demonstrada pelos eleitores, estamos a trabalhar para um bom resultado e eleger quatro dos cinco deputados para a ilha”.

Cumprindo orientaoes superiores, a candidatura do Movimento para a Democracia (MpD) suspendeu também as actividade para os dois primeiros dias da campanha eleitoral que coincidiram com a Semana Santa, privilegiando trabalho interno e o afinar da máquina para percorrer a ilha a partir de sábado próximo.

Filipe Santos, que encabeça a lista do MpD para o Fogo, disse que a candidatura do seu partido vai cumprir todas as recomendações sanitárias e evitar as actividades que aglomeram grande número de pessoas, colaborando assim para evitar a propagação do vírus de Covid-19.

A aposta do movimento ventoinha é a de continuar a ganhar o Fogo e manter três dos cinco deputados da ilha, refere Filipe Santos, lembrando que as pessoas sobem diferenciar as autárquicas das legislativas, os candidatos e quem está melhor preparado para governar Cabo Verde.

“O Governo investiu em todas as áreas de actividades e cumpriu com a ilha”, referiu Santos, que apontou os investimentos feitos em Chã das Caldeiras, na mobilização de água para agricultura e na massificação da formação profissional.

Já a União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) deliberou, em sinal de respeito pela Semana Santa, seguir o mesmo caminho das duas forças concorrentes, suspendendo, em articulação com a direcção nacional do partido, todas as actividades de rua previstas para por ocasião da quinta-feira santa e sexta-feira paixão.

A equipa comandada por Pedro Ribeiro prevê retomar as ações de terreno a partir de domingo, 04 de Abril, e vai aproveitar estes dias para aprimorar as estratégias e reformular a programação da campanha. Quer ser força alternativa de equilíbrio e eleger pelo menos um deputado na ilha.

O cabeça-de-lista da UCID indicou que a expectativa é elevada dado os compromissos assumidos com Cabo Verde e com a ilha do Fogo em particular, sublinhando que é um compromisso inequívoco para com o país e para com os foguenses, dada a situação crítica que se vive a nível nacional e na ilha em especial.

Segundo Pedro Ribeiro, não é compreensível que continuemos a viver num país inseguro, com poucas perspectivas económicas e com agudizar da situação pandémica, mas também com um governo que não tem apresentado soluções.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project