ESPECIAIS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Filipe: Delegacia de Saúde com longa lista de espera para consultas por falta de recursos humanos 28 Abril 2022

A delegada de Saúde de São Filipe, na ilha do Fogo, Joana Alves, revelou, em entrevista exclusiva ao Asemanaonline que neste momento está com uma vasta lista de espera para consultas. Tudo devido à falta de recursos humanos qualificados e à pandemia da Covid-19.

São Filipe: Delegacia de Saúde com longa lista de espera para consultas por falta de recursos humanos

Segundo aquela responsável do Ministério da Saúde, o mercado cabo-verdiano carece de médicos e técnicos de saúde para suprir as necessidades da população em termos de assistência médica, o que coloca o concelho numa situação de vulnerabilidade devido à impossibilidade de aquisição de quadros qualificados para dar respostas às demandas locais.

No entanto, Joana Alves garante que com o abrandamento da pandemia da Covid-19 a Delegacia de Saúde vai retomar as consultas que estão em compasso de espera.

Joana Alves aponta como principal problema neste momento a desativação da Unidade Sanitária de Base de Campanas de Cima, que deve ser efectuada pela edilidade, tendo em conta que as unidades sanitárias são da total responsabilidade das câmaras municipais.

A delegada de saúde de São Filipe Informa que está à espera que a autarquia remodele ou construa de raiz uma nova unidade sanitária, visto que, conforme adianta, a USB de Campanas de Cima fica situada num lugar de difícil acesso, principalmente para os idosos e as pessoas com problemas de locomoção.

“Desde o ano passado estamos à espera que a Câmara Municipal faça a sua parte, que é remodelar ou construir uma nova unidade de raiz, e o Ministério da Saúde fará a sua parte, que é colocar ali um agente sanitário para dar resposta às demandas da população, porque sem a parte estrutural fica difícil para o ministério fazer qualquer coisa”, afirma Joana Alves.

No que se refere à capacidade de resposta da Delegacia de Saúde de S. Filipe no tocante aos serviços de exames complementares, Joana Alves ressalta que a ilha tem dois laboratórios de raio X, um Hospital Regional e uma Delegacia de Saúde nos Mosteiros, além de um laboratório central que fica no hospital. Assegura que conta com o apoio dos municípios que fazem colheitas descentralizadas e mandam as mesmas para análise no laboratório referido.

Questionada sobre a taxa de vacinação contra a Covid-19 no município de S. Filipe, Joana Alves diz que o concelho já ultrapassou os 100% na primeira dose e os 90% na segunda dose. Quanto à terceira dose, informa que, por enquanto, São Filipe está com uma taxa de vacinação de 23%.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project