ESCREVA-NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fogo di B.Leza" e o Vulcan Bar de Nhô Eduardo 08 Agosto 2019

Veja, no post que o jurista e escritor Lívio Lopes publica na sua página de faceboock, o ambiente como o trovador B.Leza vivieu e produziu muitas das suas grandes mornas. «Esta foto (ver no jornal) é de 1959, mas B. Leza morreu em S. Vicente em 1958. Viveu em S. Filipe de 1926 a 1933 neste ambiente do Bar Vulcan, que apresentamos aqui na fotografia, onde já se aceitava a presença do mestiço!!!», refere Lopes, no post, que publicamos a seguir.

Fogo di B.Leza

"Fogo di B.Leza" e o Vulcan Bar (de Nhô Eduardo) em 1959, onde B.Leza criou as suas melhores mornas. Vejam como o ambiente boémio e selectivo em S. Filipe - Fogo começara a aceitar o mestiço!!!

Entenda-se: - Esta foto é de 1959, mas B. Leza morreu em S. Vicente em 1958. Viveu em S. Filipe de 1926 a 1933 neste ambiente do Bar Vulcan que apresentamos aqui na fotografia, onde já se aceitava a presença do mestiço!!!

Ali criou mornas como "Miss Perfumado", Traz di Horizonte", "Segredo ku Mar", "Resposta de Segredo ku Mar", "Partida", "Miss Floriana", "N Sunha ku bo djarfogo", entre outras maravilhas musicais... Este era o ambiente de convívio e de criação musical do grupo "Os Florianos", em contraponto com o grupo de brancos "Sete-Estrelos"... B.Leza, merece a nossa homenagem. Lívio Lopes

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project