INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

França: Debate-se crime no Sul e imigrados africanos — Macron 3 dias em Marselha 03 Setembro 2021

Emmanuel Macron está três dias em Marselha, a segunda cidade de França, a apresentar um "plano de urgência" para os problemas a começar pela insegurança, "a mãe de todas as batalhas", que eclipsa os demais: habitação indigna, insalubre, escolas a cair, o caos dos transportes, a crise sanitária.

França: Debate-se crime no Sul e imigrados africanos — Macron 3 dias em Marselha

Os desafios de Marselha saltam para os noticiários sempre que acontece mais um ajuste de contas entre os gangs de traficantes de droga na maior cidade do Mediterrâneo, na região de mais alta movimentação do turismo mundial.

A visita do chefe de Estado é recebida com vaias na sede municipal e com vivas no bairro mais mal-falado, Bassens. Este bairro de imigrados e descendentes, onde relatos dão conta do domínio do narcotráfico que não tem pudor em escancarar os segredos do negócio — preços, efeitos e duração de cada variedade de estupefacientes — em cartazes afixados nas paredes.

Ao contrário do que o noticiários podem levar a deduzir, diversas nacionalidades e origens contribuem para a camada dos imigrados envolvidos em ilegalidades. Por exemplo, hoje saltou para o noticiário o caso da captura de dez irmãos originários da República de Comores e que formam um gang dedicado ao narcotráfico.

"Arrasar tudo para recomeçar com novo povoamento"

A proposta de destruir para reconstruir vem do antigo primeiro-ministro Manuel Valls ao criticar a viagem de Macron. E sobretudo a pessoa: "Falta-lhe o peso do estadista" que podia reverter o "insucesso coletivo na mais bela cidade do sul".

Fontes: Le Monde/Le Figaro/Nice Matin. Relacionado: Morte à facada de "português" em França envolve cabo-verdiano-descendentes "de gangs rivais", 07.jul.021. Foto (AFP): O presidente começou a visita na quarta-feira pelo bairro de imigrados e descendentes, Bassens, para ouvir os jovens. No dia seguinte visitou as escolas, metade das quais têm de ser renovadas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project