INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

França: Macron apelou ao espírito natalício mas mobilização contra a reforma das reformas mantém-se no dia do Natal 24 Dezembro 2019

Caiu em saco roto o apelo que o chefe de Estado fez aos grevistas "para uma trégua" natalícia, em nome do "espírito de responsabilidade" e da "inteligência coletiva". Transportes e refinarias, setor alimentar e outros continuam em greve com grandes transtornos na vida quotidiana dos franceses e agravados na altura em que muitos partem de férias.

França: Macron apelou ao espírito natalício mas mobilização contra a reforma das reformas mantém-se no dia do Natal

"As greves estão protegidas na Constituição, mas há momentos na vida de uma nação em que temos de saber fazer tréguas para respeitar a vida das famílias", "sobretudo as que estão separadas e só se encontram" no período do Natal, disse no sábado, 21, Emmanuel Macron em Abidjan, tendo ao seu lado o presidente ivoirense Alassane Ouattara.

A maior mobilização grevista dos últimos 25 anos tem por trás a maior alteração no sistema de reformas implementado no pós-1945.

Macron propõe-se unificar os planos de reforma para resolver a disparidade demonstrável no facto de a França contar com o surpreendente número de 42 diferentes planos, que diferenciam carreiras, idades, benefícios.

Um único plano proposto pelo governo implica que só tem o direito a 100% o trabalhador que contribuiu com 100% de prestações sociais. É contra isto que os movimentos grevistas se batem, alegando que milhões de pessoas irão perder benefícios sociais.

Macron contrapõe que o atual sistema é insustentável para o erário público, além de ser "muito injusto". Por isso, a alteração é indispensável para que "todos os contribuintes tenham igual direito a cada euro com que contribuíram para o sistema".

— -
Fontes: Le Monde/Arquivos online. Fotos: Greves em França afetam setores de transportes e alimentar. Em visita oficial à Costa do Marfim, Macron junto de Ouattara apela a uma trégua natalícia, antes de rumar ao Mali para festejar o Natal, a 22, com militares da missão Barkhane. O menu preparado pelo chef do Eliseu é o tradicional: paté de pato, foie gras, caça das Landes com enguias, gratinado, queijos, sobremesa de chocloate com suspiros e tangerinas da Córsega, ...

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project