ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

França: Pizzas contaminadas por E. coli — Justiça abre processo por homicídio e intoxicações involuntários 05 Abril 2022

É um problema de saúde pública que atingiu uma marca de pizzas popular em França. Setenta e cinco pessoas apresentaram sinais de contaminação após consumirem pizzas da marca Buitoni. Entre elas, quinze crianças e um adulto estão internados — além de existirem suspeitas sobre o óbito de duas crianças em meados de março. A DGS anunciou nesta quinta-feira que as análises confirmaram que os casos de SHU-síndromes hemolíticas e urémicas estão ligados ao consumo de pizzas Buitoni contaminadas.

França: Pizzas contaminadas por E. coli — Justiça abre processo por homicídio e intoxicações involuntários

Em comunicado divulgado na quinta-feira, a DGS, entidade sanitária francesa, confirmou existir "um elo entre vários casos" de SHU e "as pizzas congeladas da gama Fraîch’Up da marca Buitoni contaminadas pela bactéria Escherichia coli".

Segundo a DGS, setenta e cinco pessoas tinham apresentado "sintomas que parecem corresponder a uma contaminação pela bactéria E.Coli". Em quarenta e um casos, identificaram-se síndromes similares às de SHU e para 34 "ainda precisamos de fazer mais exames".

A Buitoni, em comunicado divulgado no dia seguinte, informa que "a origem da E. coli ainda está por determinar". "Em 75 levantamentos efetuados na nossa fábrica todos deram negativo sobre a presença de qualquer bactéria".

Os levantamentos foram realizados sob supervisão de um representante indicado pelo tribunal, esclareceu ainda o diretor de comunicação da Nestlé France, a empresa-mãe da Buitoni.

19 de março, alerta. Há duas semanas, o jornal regional MidiLibre noticiava que a fábrica estava a recolher as pizzas após detetar uma bactéria na massa de base.

Dias depois, a notícia chegou aos media internacionais. Em Portugal a Nestlé
representante da marca publicitou que estava em curso a troca com reembolso das pizzas da gama Fraîch’Up — que teve lançamento em janeiro.

Um grande escândalo. Em declarações ao JDD-Journal de Dimanche, o advogado Debuisson, que representa dezasseis vítimas, referiu que "as crianças apresentam lesões nos rins, fígado, coração, pulmão e correm riscos de lesão cerebral".

Por enquanto apenas cinco famílias apresentaram queixa em tribunal, "porque os que se encontram ainda hospitalizados só com a alta terão o seu dossier médico completo", explicou.

Entretanto o advogado pede urgência na "investigação em todos os locais ligados à Buitoni de França".

O advogado suspeita que "" poderá vir a envolver a Buitoni-France e que pode ultrapassar as linhas de produção da fábrica de Caudry na região norte francesa. "A questão central é: "Donde provém a bactéria?"

Fontes: Le Figaro/... Fotos: No 1º de abril, os consumidores da popular marca receberam com consternação a notícia de que a justiça francesa está a investigar as suspeitas terríveis sobre as pizzas Buitoni. Notícia a atualizar com informação sobre possível consumo da marca em Cabo Verde.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project