INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

França: Soa o alarme — 12 meninos com cancro, 3 morreram numa aldeia ’limpa’ 08 Abril 2019

Os casos mais recentes afetam doze menores, crianças e adolescentes de menos de 18 anos, numa mesma área, Sainte-Pazanne, no sudoeste, a 400 quilómetros de Paris. Um povoado sem o alerta de segurança imposto pela União Europeia em zonas onde as indústrias acarretam riscos cancerígenos de nível provável até confirmado. Mas não em Sainte-Pazanne, que é uma zona agrícola.

Entre os cancros pediátricos, destaca-se o chamado ’cancro do sangue’, a leucemia, que já fez três vítimas mortais desde 2017. Uma delas é a filha de Sabine, que participou na reunião "na esperança de que nenhuma outra mãe venha a passar pelo que estou a passar".

O povoado inquieta-se com a situação que já resultou em três mortes de crianças desde 2017. Finalmente as autoridades da Saúde fazem uma reunião, na passada quinta-feira, 4. A sala comunitária da aldeia está sobrelotada, com oitocentas pessoas à procura de respostas.

Uma habitante, Maria Silva Montero expressa que se sente preocupada porque "os homens estão a criar novas doenças".

Falta de medicamentos novos

Pelo mundo fora, o pessoal médico e os pais dos meninos com cancro queixam-se da falta de medicamentos, quer em quantidade quer em qualidade e inovação que acompanhasse a investigação científica na área.

Uma das principais causas tem a ver com o facto de o mercado ser muito restritivo, já que o cancro em crianças é um fenómeno raro. E logo com investigação mais lenta que nos cancros de adultos.
— -
Fonte: Le Monde/ Radio Europe 1/ You Tube, com vídeo da ARS-Nantes

Os artigos mais recentes

25 Apr. 2019
RADAR
Favelas para todos?

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project