INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

França manda forças especiais para Guadalupe em revolta contra vacina obrigatória 22 Novembro 2021

O território ultramarino francês das Caraíbas que é o arquipélago da Guadalupe/Guadéloupe já vai no quinto dia de greve marcada por distúrbios, com estradas cortadas, carros incendiados, estabelecimentos comerciais e bens públicos vandalizados pelos manifestantes em fúria contra a decisão de tornar obrigatória a vacina anti-Covid. O governo reuniu-se de emergência no fim de semana e esta segunda-feira arranca o envio de forças da ordem de Paris para Terre-Basse.

França manda forças especiais para Guadalupe em revolta contra vacina obrigatória

Um contingente de mais de 200 polícias sai de Paris a partir desta segunda-feira para ajudar as forças da ordem na capital guadalupiana, Terre-Basse, segundo ficou decidido na reunião interministerial deste sábado e domingo presidida pelos ministros da Administração Interna e do Ultramar.

A violência entre manifestantes e polícias tem marcado os cinco dias de greve na Guadalupe/Guadéloupe, com uma população de 400 mil pessoas. 29 indivíduos foram detidos só na noite de sexta para sábado.

Na sexta, o prefeito impôs o recolher obrigatório das 18H às 05H por tempo indefinido.

Ao quinto dia de greve de várias classes profissionais visadas pela obrigatoriedade da vacina, entre as quais pessoal da saúde, polícias, bombeiros, a situação de bloqueio de rodovias em várias pontos do território mereceu um comunicado de organizações patronais.

A Union des Entreprises-Medef/União das Empresas Medef "condena firmemente os entraves à liberdade de circular". "Para onde vamos? Qual é a legitimidade de quem impede o acesso aos cuidados de saúde?", questiona ao indicar que as empresas onde os trabalhadores não aderiram à greve continuam paralisadas devido aos bloqueios nas estradas.

"Ao fim de tantos meses de medidas restritivas para a nossa população e para a economia do país, é inaceitável deixar prosperar esta espiral da autodestruição", acrescentou a referida entidade patronal.

A situação epidémica da Covid na Guadalupe é tida como ligeira subida, com um RT de 1,5%, embora ao nível hospitalar os números não tenham subido, segundo a Prefeitura que administra o departamento ultramarino.

...
Fontes: AFP/Le Monde. Fotos: Barricadas erguidas por grevistas contra o passe sanitário da Covid têm paralisado a economia da Guadalupe/Guadéloupe desde terça-feira. O arquipélago de pouco mais de mil quilómetros quadrados descoberto por Colombo e ocupado pela França tem seis ilhas habitadas: a Basse-Terre que sedia a capital homónima, a Grande-Terre onde ficam a capital económica Pointe-Pitre e a cidade mais populosa Les Abymes, a Marie-Galante, La Désirade.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project