DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Vários jogadores formados na Fundação EPIF em clubes internacionais: Escola espera financiamento para construir nova sede 07 Junho 2021

A Escola de Preparação Integral de Futebol (EPIF), com seda na Capital, tem já um projeto para a construção da nova sede em Achada São Filipe, precisamente em “Monte Vaca”. Mas este estabelecimento não arrancou ainda com as obras devido à falta de financiamentos. Uma escola de prestígio e que já formou dezenas de futebolistas cabo-verdianos que atualmente jogam em clubes internacionais, como Geovane, Gegé, Stopira, Zé Luís, Cuca, Babanco, Ryan Mendes, entre outros.

Vários jogadores formados na Fundação EPIF em clubes internacionais: Escola espera financiamento para construir nova sede

Trata-se da construção de um centro que, segundo o fundador desta escola José Maria Ramos, mais conhecido por Djedji, vai ajudar o município da Praia no desenvolvimento do desporto, contribuindo para a educação das crianças e adolescentes, com forte aposta na formação profissional em diversas áreas. “Um lugar para recuperar e disciplinar os jovens”, realçou o fundador daquela escola.

O projecto da nova escola está basicamente definido por 1 campo de futebol, 2 campos de treinamento de futebol, centro esportivo coberto, ginásio, circuito de corrida, prédio administrativo, salas de aula, oficinas, cafeteria, capela, vestiários, salas de formação e zona de estacionamento.

“Mister Djedji”, como é carinhosamente chamado, explicou ao Jornal A Semana que já têm terreno disponível com 100 mil metros quadrados, mas que está a espera do engajamento e financiamento principalmente do governo para começarem as obras, visto, que conforme adiantou, este projeto irá ajudar na educação e formação das crianças e adolescentes em Cabo Verde.

“Faz muito tempo que já estamos com terreno disponível. Acredito que este projeto deve ter envolvimento do governo, da Câmara Municipal e das empresas tanto públicas como privadas, porque trata-se de um projeto que é para o bem da sociedade cabo-verdiana em geral, contribuindo assim para o desenvolvimento do nosso amado país”, reforçou.

O projeto da construção do novo centro, conforme afirma José Maria, já foi apresentado à anterior e atual governação, mas ainda não tiveram nenhum feedback. Uma situação que pode causar a perda de financiamento no exterior, porque, segundo a mesma fonte, uma entidade na Espanha mostrou-se interessada em financiar e buscar financiamento no país para este projeto, mas para tal terá de ter primeiramente o engajamento do governo de Cabo Verde.

Entretanto, o fundador da EPIF lança um apelo no sentido de todos contribuírem para que a EPIF consiga manter a sua grandeza enquanto instituição de relevo no contexto desportivo e social de Cabo Verde e para que continue a sua missão de educar e de realizar sonhos de crianças, adolescentes e jovens no país.

A Escola de Preparação Integral de Futebol (EPIF) foi fundada em Julho de 1993 por José Maria Ramos (Djedje). Tudo com o objetivo de preparar e formar crianças e jovens através do desporto em geral e do futebol em particular.

O ensino de valores e do cumprimento de regras de boa convivência social estruturou a oferta formativa dessa escola e impactou centenas de crianças, adolescentes e jovens, especialmente os provenientes de famílias com menores possibilidades.

No plano desportivo, ao longo dos anos a EPIF participou em diversas competições internacionais em países como França, Espanha e Portugal, elevando bem alto a bandeira de Cabo Verde e a marca dessa Escola.

Essa escola já formou jogadores que atualmente jogam em vários clubes internacionais de renome. São os casos dos jogadores Geovane, Gegé, Stopira, Zé Luís, Cuca, Babanco, Ryan Mendes, entre outros futebolistas nacionais destacados no estrangeiro. Maria Cardoso/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project