ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

GIABA reune-se na Praia: Sensibilização da sociedade civil da CEDEAO contra branqueamento de capitais e terrorismo no centro das atenções 03 Setembro 2018

O Grupo Intergovernamental de Acção contra o Branqueamento de Dinheiro na África Ocidental (GIABA) promove, de 05 a 07 deste mês, na Praia, um Seminário Regional de Sensibilização sobre a luta contra o branqueamento de capitais e combate ao financiamento do terrorismo (LBC/CFT) para organizações da sociedade civil (OSC) nos Estados membros da CEDEAO.

GIABA reune-se na Praia:  Sensibilização  da sociedade civil da CEDEAO contra branqueamento de capitais e terrorismo no centro das atenções

Em comunicado a que o ASemanonline teve acesso, a organização anuncia que os objectivos desse Seminário Regional em Cabo Verde são, entre outros, sensibilizar as organizações da sociedade civil da CEDEAO sobre os perigos e as consequências do branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo (BC/FT) na região; capacitar os intervenientes em matéria da LBC/CFT; e conscientizá-los para que possam promover e defender a implementação eficaz de mecanismos de LBC/CFT a nível nacional e regional.

Para o GIABA, a luta contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo exige hoje, mais do que nunca, o envolvimento de todos intervenientes no processo.

De salientar que o foco estratégico do GIABA desde 2011 tem sido a promoção de parcerias estratégicas com o sector privado, a sociedade civil e outros actores importantes. Tudo como forma de permitir a que os cidadãos tomem medidas adequadas contra o BC/FT. "Aliás, num ambiente em que os líderes políticos e os formuladores de políticas precisam ser sensibilizados e estar activos na luta contra o BC / FT, a sociedade civil é a espinha dorsal da defesa e do advento da mudança", sublinha a nossa fonte.

Com o seminário em causa pretende ainda elevar o nível de conscientização pública, bem como a pressão efectiva e sustentável, para dar ressonância aos esforços já feitos pelo GIABA.

"As OSC’s, já familiarizadas com a estratégia de persuasão, precisam definir a contribuição específica que podem e devem fazer para superar a ameaça do BC e o surgimento do FT, de modo a mudar a compreensão e os hábitos do público".

Depois de Dakar, Abidjan, Lagos, Cotonou e Banjul, a cidade da Praía de Cabo Verde irá assim acolher a 6ª edição deste tipo de encontro de organizações da sociedade civil da África Ocidental activas no campo da boa governação, direitos humanos, LBC/CFT, combate à corrupção e suborno.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project