ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Gasolina mais cara, gasóleo, gás e fuelóleo com baixa nos preços 01 Setembro 2020

A partir desta terça-feira,01, a gasolina fica mais cara (1,09%) em Cabo Verde, mas os preços de gasóleo, gás butano, petróleo e fuelóleo sofrem uma redução entre 0,32 e 4,45%. Estes dados constam da nova tabela autalizada a vigorar durante este mês de Setembro, segundo deliberou a Agência Reguladora Multissetorial da Economia-ARME.

Gasolina mais cara, gasóleo, gás e fuelóleo com baixa nos preços

De acordo com a nova tabela, o Gasóleo Normal passa a ser vendido a 77,80 ECV/L e a Gasolina por 101,60 ECV/L. O Petróleo custa agora 61,90 ECV/L, o Gasóleo Electricidade passa a ser vendido a 62,60 ECV/L e o Gasóleo Marinha a 52,40 ECV/L. Já o Fuel 380 fica a um preço de 56,60 ECV/L e o Fuel 180, a 59,40 ECV/L. O Gás butano passa a ser vendido a granel por 111,70 ECV/Kg, sendo que as garrafas de 3Kg deverão a ser comercializadas por 318,00 ECV, as de 6 Kg a 670,00 ECV; as de 12,5Kg, a 1.396,00 ECV, e as de 55Kg, a 6.142,00 ECV.

A ARME fundamenta que, de acordo com os dados publicados no Platts European Marketscan e LPGasWire, os preços médios dos combustíveis nos mercados internacionais, cotados em USD/ton, apresentaram alguma volatilidade durante o mês de agosto relativamente ao mês de julho. Precisa que, em agosto, os preços do petróleo nos principais mercados internacionais mantiveram a tendência de subida ligeira (4,56%), com os mercados a reagirem a evolução dos indicadores de procura de crude, num cenário em que o surto pandémico ainda condiciona o normal funcionamento da economia mundial, bem como a recuperação menos vigorosa da atividade económica de setores, como a aviação e o turismo. «Para além disso, a paralisação da produção de 82,4% no Golfo do México, devido à passagem das tempestades Marco e Laura, contribuiu para o aumento do preço do petróleo», lê-se no documento remetido ao Asemanaonline.

O comunicado da reguladora acrescenta que a cotação do último dia (útil) do mês de agosto do câmbio EUR/USD, tendo como referência a BLOOMBERG (14 horas no horário de Frankfurt), evidenciou uma apreciação do euro face ao dólar dos Estados Unidos, em 0,84% (1,1939), comparado ao câmbio do último dia útil do mês de julho. Conclui que evolução dos preços dos produtos petrolíferos no mercado internacional, aliada à apreciação do euro face ao dólar americano, determinaram os preços dos combustíveis no mercado nacional, ora fixados.

«Assim, no mercado interno, os preços do Gasóleo Normal, Gasóleo Eletricidade e Gasóleo Marinha diminuíram 0,64%, 0,63% e 0,76%, respectivamente. O Butano e o Petróleo diminuíram 4,45% e 0,32%, respectivamente. A Gasolina aumentou 1,09% e os preços de Fuelóleo 180 e Fuelóleo 380 mantiveram o valor do mês anterior. Isto corresponde a um decréscimo médio dos preços dos combustíveis de 0,71%», revela a ARME, para quem, comparativamente ao período homólogo (setembro de 2019), a variação média dos preços dos combustíveis corresponde a uma diminuição de 14,98%, e, relativamente à variação média ao longo do ano em curso, ela corresponde a um decréscimo de 2,35%.

Conforme a Agência Reguladora Multissetorial da Economia, os novos valores do parâmetro CP (Custo de Aquisição do Produto) e os correspondentes preços máximos de venda ao consumidor final dos combustíveis regulados passam a vigorar de 01 a 30 de setembro de 2020. Ver tabela no roda pé desta peça.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project